Geração Z no mercado de trabalho: conheça 5 características

Geração Z e o mercado de trabalho

Geração Z – Entenda neste texto o perfil de profissionais que estão entrando no mercado de trabalho que em comum têm:

agilidade + energia + rapidez e o domínio da tecnologia

A presença no setor produtivo de profissionais Z, os quais ocupam em torno de 21% das posições de trabalho, exigiu adaptações nas organizações.

Esses ajustes estão relacionados a várias coisas. Desde processos de trabalho até interações com a equipe, os nascidos a partir de 1995 até 2010 – entre aqueles que já estão no mercado de trabalho ou estão se programando para entrar – a hiperconexão é uma necessidade.

Essa necessidade tecnológica justifica porque a Geração Z é também chamada de geração Smartphone.

No entanto, sob o ponto de vista e experiência dos jovens Zap, o potencial para a inovação e aproveitamento da tecnologia é mais objetivo, ou seja, é uma geração de pessoas que sabem como transformar.

O que espera o profissional Z? Como empresas estão se adaptando para recebê-los? Que contribuição estarão deixando para a Geração ALPHA?

A I Do Code preparou um apanhado sobre esse assunto e neste texto traz algumas respostas. Portanto, leia e entenda  a relação da Geração Z com o mercado de trabalho e como isso influenciará futuro profissional da próxima geração.

Conheça as principais características da Geração Z

jovens em uma reunião descontraída

Veja que na introdução deste texto mencionamos 3 importantes características (definições) do perfil Z: agilidade, energia e rapidez.

Essa prevalência está presente em mais de 2 bilhões de pessoas, as quais estão inseridas na Gen Z, conforme  um estudo realizado por Linda Ronnie, docente na área de Comportamento Organizacional e Gestão de Pessoas da Universidade de Cape Town, e divulgado em 2017 no Business Insider.

Então vamos conhecer mais um pouco sobre as características únicas da Geração Z – especialmente aquelas orientadas ao mercado de trabalho.

Foco no financeiro

Quando se trata de trabalho, o profissional Z vê seu trabalho como um meio para um fim.

Ao contrário de seus colegas da Geração Y, que muitas vezes precisam amar o que fazem, a esta geração entende que o trabalho é realizado por razões financeiras.

Portanto, aceitarão prontamente um emprego que forneça uma renda estável e os benefícios necessários, mesmo que não seja o emprego dos sonhos.

Não quer dizer que eles não gostariam de desfrutar do que fazem, mas não é uma necessidade.

Se a decisão se resumisse a fazer algo que amam ou receber um salário mais substancial, o salário na maioria das vezes prevalecerá para a geração Z.

Este foco financeiro é um subproduto de ver seus pais da Geração X perderem economias significativas em um período muito curto de tempo durante a quebra do mercado e a recessão de 2008.

Eles testemunharam a rapidez com que o dinheiro pode desaparecer, então ações orientadas por finanças são consideradas muito importantes.

Sem dizer que 77%  acredita que terá que se dedicar mais do que as outras gerações para conseguir o sucesso profissional.

banner minicurso planilhas: imagem de uma planilha com gráficos

 Extremamente empreendedora

Ouvimos regularmente sobre histórias da pobreza para a riqueza que resultaram do boom da tecnologia.

Seja a notável ascensão de Steve Jobs e Bill Gates de labutar em suas garagens para acumular riqueza ilimitada, ou as histórias recorrentes de adolescentes criando aplicativos em seu tempo livre que os tornam milionários da noite para o dia, a Geração Z sabe que boas ideias podem resultar em ganho financeiro.

Eles não têm medo de perseguir essas ideias e acreditam que têm o que é preciso para ter sucessos semelhantes.

No entanto, também estão cientes de que tudo o que não sabem atualmente está a um ou dois cliques de distância, o que torna a decisão ousada de ser um empreendedor menos árdua.

 Adora tecnologia

Desde o nascimento das pessoas desta geração, a internet e os telefones celulares (em sua maioria) eram comuns.

Ou seja, para eles, a tecnologia é 100% nativa, e existe a compreensão que a internet não é sobre aparelhos, mas sim sobre conectividade.

Em síntese, usuários ZAP, desejam gratificação instantânea e eles sabem que, se precisarem de informações, elas serão facilmente acessíveis.

Como estar conectado torna a comunicação virtualmente ilimitada, não é incomum que membros desta geração tenham amigos em todo o mundo.

Para muitos, comunicar-se com alguém do outro lado do mundo pode ser mais fácil do que se comunicar com parentes mais velhos à mesa de jantar durante uma refeição.

Embora os telefones possam ser confundidos com um apêndice extra para membros da Geração Z, os telefones celulares são usados, em primeiro lugar, para fins de entretenimento.

Os membros desta geração ainda preferem ter contato humano face a face sempre que possível, especialmente com pessoas que conhecem.

O uso de métodos on-line para avaliar produtos e serviços também é uma característica

Eles pesquisam empresas e confiam nas avaliações dos usuários para respaldar seus instintos sobre ela antes de realmente comprar ou mesmo procurar uma vaga de trabalho.

São competitivos

Este grupo é muito focado e competitivo na maioria das áreas da vida. Eles não querem apenas entrar nas melhores escolas e conseguir os empregos mais bem pagos, mas também vencer debates e eventos esportivos.

Portanto, a competição constantemente conduz este grupo. E ela pode ser contra os outros ou dentro deles.

Além disso, a competição contra o relógio é uma constante.

 Abertos para mudanças

Com informações ilimitadas ao seu alcance, a Geração Z tem muito conhecimento e exposição a muitos tópicos diferentes.

Assim, com essa amplitude de conhecimento, buscam constantemente novas ideias e experiências.

Eles mudarão de direção rapidamente, sem pensar duas vezes, buscando sempre novas possibilidades e oportunidades.

 A Geração Z quer ser ouvida

mulher trabalhando na frente do computador

Tendo acesso a tantas informações, esta geração tem opiniões fortes e quer que sejam ouvidas.

Isso é especialmente verdadeiro no local de trabalho, onde eles esperam ser um contribuinte igual.

Isso significa que eles valorizam muito mais a figura de um líder que se dedica a buscar o constante desenvolvimento de habilidades da equipe e que compartilha o que sabe.

E não apenas isso, mas que escuta ideias de outras pessoas – os membros da Geração Z possuir pontos de vista valiosos e gostam de ser ouvidos sobre eles.

Embora possam carecer de experiência que só vem com o tempo, sua capacidade de mudar rapidamente, processar informações rapidamente e competir faz deles uma voz a ser considerada em qualquer organização.

A Geração Z é pragmática

Ela é a primeira geração a atingir a maioridade em um mundo pós-11 de setembro e pós-grande recessão.

Portanto, sua visão de mundo é moldada por esses eventos.

Como resultado, eles são mais avessos a correr riscos.

Eles têm uma visão de mundo mais tradicional do que os Millennials que foram incentivados a seguir caminhos não tradicionais para seguir seus sonhos.

A Geração Z está mais focada em conseguir empregos tradicionais e estáveis, como trabalho de escritório em grandes e médias empresas.

Eles são extremamente independentes e querem fazer as coisas à sua maneira, especialmente quando se trata de desenvolver uma carreira, além de serem orientados para objetivos e adotarem um caminho muito direto para conseguir o que desejam.

Enfim, vimos aqui as principais particularidades da geração, que compreende os nascidos de 1995 até 2019, e como se comportam no mercado de trabalho.

Destacamos que é essa a geração que está neste momento assumindo cargos e de certa maneira , tendo que absorver demandas ainda mais complexas devido ao cenário de pandemia.

E se você gostou deste texto, aproveite e compartilhe com outras pessoas que necessitam entender particularidades do profissional Z e é claro não deixe de acompanhar a I Do Code no Instagram!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: