Inovação em crianças: como estimular?

Inovação em crianças como estimular.

Inovação em crianças é um tema pontual, portanto, deve ser trabalhado usando, muitas vezes, métodos nem sempre convencionais.

Inovação em crianças requer estímulos nem sempre convencionais
Inovação em crianças requer estímulos nem sempre convencionais

Constantemente pais deixam transparecer aflição em relação ao futuro de seus filhos. Afinal, nem sempre confiam que estão preparados para auxiliar no crescimento intelectual tão requisitados nos dias atuais.

De fato, temos ciência que precisamos gerar estímulos para despertar a curiosidade única pertinente a criança. Sabemos também que queremos vê-la como vencedora.

Resumindo, não há mãe ou pai que não tenha como maior sonho apreciar sua criança ou jovem, garimpando e conquistando.

Eis então que surge um grande conflito. Pois, se de um lado desejam as melhores coisas da vida para seus filhos, de outro, se deparam com suas próprias limitações como elementos necessários para aflorar iniciativas inovadoras.

Temos então um problema, concorda?

Portanto, neste artigo vamos focar energia para entender com quais ferramentas e ações será possível despertar a vontade de criar, participar e inovar, intrínsecas à criança.

Como estimular a inovação em crianças

John Kao, professor em Harvard, filósofo e médico, é também um entusiasta para estimular o poder inovador em pessoas.

No entanto, seu espírito visionário lhe permitiu dar um importante passo na sua vida ao se dedicar em aprimorar todo potencial que jovens carregam dentro de si para a inovação.

Certa vez, mencionou uma lista breve, porém, eficiente para gerar estímulos visando desenvolver o empreendedorismo em jovens, simplesmente despertando o potencial de inovação que existe em cada um.

Conforme Kao, esse programa de estímulos deve considerar 5 campos:

1. Resgatar a criatividade;

2.   Trabalhar em equipe;

3.   Vontade de empreender;

4.   Saber como transformar a ideia em projeto;

5.  Construir histórias inovadoras (storytelling).

Partindo desse esboço, podemos então criar um roteiro para a inovação em crianças bastante objetivo, e é isso que faremos a partir de agora. Acompanhe!

#Encoraje a curiosidade continuamente

Ser curioso é uma das pedras angulares da inovação em crianças
Ser curioso é uma das pedras angulares da inovação

É preciso uma mentalidade especial para continuar questionando e se perguntando “Como posso fazer isso melhor?” Ou “Como faço para resolver esse problema?”.

Basicamente a curiosidade se incentiva em casa, essencialmente associando o questionamento de maneira positiva.

Para isso, hobbies são um ótimo ponto de partida, especialmente aqueles com um componente científico ou artístico mais profundo, por exemplo, astronomia ou até poesia.

Quanto mais as crianças forem expostas a novas ideias e perspectivas, maior motivação terá para continuar aprendendo, se aperfeiçoando e aprofundando o assunto.

#Oportunize o pensamento diferente para a inovação em crianças

Sabemos que, como pais, isso é complicado, mas se você quer despertar o senso de inovação e criatividade em crianças, permita que elas discordem de você.

Encoraje para que encontre mais de um caminho para cada solução, e mais de uma solução para cada problema.

Sempre que resolverem algo, por exemplo, peça que elas tragam uma nova forma de fazer isso.

Crianças imitam comportamentos – ficar presos em soluções estanques e paradigmáticas, o famoso “é assim porque eu quero” não estimula a criatividade, tão pouco a inovação.

#Crie um ambiente amigável para leitura por prazer

A leitura é um instrumento poderoso para trazer a  inovação em crianças

Por muitas vezes a obrigação mata o prazer. E a leitura tem que ser incentivada como um ato prazeroso.

Basicamente é através da leitura que temos contato com um mundo maravilhoso, e o repertório que isso fornece, certamente é o combustível para a inovação em crianças.

De novo, crianças imitam os pais, portanto, e quer que elas sejam bons leitores, tente ser também.

Além disso, o incentivo para pintura e teatro também reforça a o nascimento do espírito criativo e inovador.

#Incentive o livre pensamento

O pensamento crítico requer conceituar, analisar, avaliar as informações e também colocá-las em um contexto mais amplo.

Na escola, nossos filhos podem adquirir o hábito de memorizar informações de um livro com o único objetivo de repetir no teste. 

No entanto, isso tem um preço – eles aceitam passivamente todas as informações apresentadas à sua frente, totalmente diferente da ideia de propor a inovação em crianças.

Veja que pessoas inovadoras são capazes de analisar crenças de longa data, igualmente questionar sua validade, inclusive, apresentando suas próprias opiniões.

Logo, se queremos estimular habilidades em nossos filhos, devemos antes de tudo, aceitar que pensem criticamente.

Podemos ajudá-los, portanto, fazendo perguntas abertas, dando-lhes espaço para descobrir como as coisas funcionam e a desenvolver suas próprias hipóteses sobre o mundo ao seu redor.

#Correr riscos tem tudo a ver com inovação em crianças

O risco calculado é providencial para o crescimento emocional e intelectual da criança

Sim, é preciso mais do que um forte senso de autoconfiança e positividade para assumir riscos, mas também requer um relacionamento saudável com o fracasso.

Quando nossos filhos enfrentam fracassos em suas vidas, poderão aprender com ele e fazer melhor na próxima vez.

Da mesma forma, quando filhos passam por momentos difíceis ou quando tomam uma decisão que não deu resultado, precisamos orientar para que percebam que há lições valiosas a serem tiradas.

Como resultado, isso os ajudará a desenvolver uma melhor compreensão do conceito de assumir riscos, e uma das bases para despertar o senso de inovação em crianças.

Lembre-se que é importante promover esse insight de uma distância saudável para que possam chegar a conclusões, no entanto, de forma independente para assim avaliar melhor suas decisões no futuro.

Por fim, lembre-se que você não está só na busca por uma formação adequada, continuada e de valor para seus filho ou filha.

Existem muitos pais buscando o melhor e, igualmente, dando o seu melhor para entregar ao mundo uma pessoa que faça de fato a diferença.

E nessa jornada também está a I Do Code, onde se valoriza a inovação em crianças, portanto se age para tal! Conheça, não dispense essa oportunidade!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: