Como a criação do seu filho influencia na sua carreira futura

criacao do seu filho

Educar uma criança é uma verdadeira arte. Só quem já precisou estar diante de uma turma de jovens para saber o desafio que é prender a atenção deles pequeninos e fazê-los absorver o conteúdo que se quer transmitir. Diante dessa situação problemática, muitos pais e responsáveis acabam delegando a educação de seus filhos para a escola ou tutores contratados. Mas será que essa é uma boa ideia?


É claro que, de uma forma ou de outra, o desenvolvimento da criança também vai acontecer na escola e em outros ambientes compartilhados. Porém,  dentro de casa, a base precisa ser formada. A forma como você cria o seu filho pode ter impactos significativos na vida futura dele, especialmente em sua carreira e escolha profissional. E é sobre isso que vamos falar neste texto. 


O PROCESSO DE APRENDIZAGEM

criacao do seu filho



Antes de partir para o “puxão de orelha” deste texto, vale a pena aprendermos um pouco sobre como as crianças aprendem. Afinal, isso pode nos ajudar a entender como nós, pais, responsáveis e tutores, podemos atuar da forma melhor na educação dos pequenos. 


No dia a dia, não é raro encontrarmos jovens que estejam na fase de desenvolvimento. Um questionamento bem comum nessa etapa é: “como a criança aprende tantas coisas?”. E é realmente de se espantar como os pequenos absorvem rapidamente tudo o que está diante deles. A analogia de que eles são “esponjinhas” parece ser mais válida do que nunca.


Mas dois processos principais moldam o aprendizado da criança: a observação e a experimentação. Em um primeiro momento, os pequeninos atuam de forma passiva, apenas observando tudo ao seu redor. Luzes, sons, gostos, cheiros e toques – o que representa os cinco sentidos – são constantemente estimulados e criam uma série de aprendizados para as crianças.


Porém, com o avançar da idade, um novo processo de aprendizagem começa a ficar disponível para as crianças: a experimentação. Os pequeninos começam a querer provar novos cheiros, gostos, toques, sons e luzes. Tudo para estimular os mesmos sentidos que estavam sendo ativados de forma passiva. É nessa fase que observamos um rápido desenvolvimento de novas habilidades, como a fala, coordenação motora e aspectos sociais, como a interação com outras pessoas. Contudo, o processo de observação como aprendizagem ainda continua disponível e é esse o ponto de alerta dos pais e responsáveis.


APRENDIZAGEM ATRAVÉS DO EXEMPLO

criacao do seu filho


Embora uma criança possa estar passando pela fase de experimentação, o aprendizado por meio da observação ainda é muito presente. É por isso que a responsabilidade de quem convive com os pequeninos é muito grande. Até chegar perto da adolescência, os jovens são realmente uma esponja, absorvendo praticamente qualquer informação disponível para eles.


Diante disso, a aprendizagem através do exemplo é uma característica muito importante. Pais e responsáveis que cultivam hábitos ruins dentro do ambiente familiar estão plantando as mesmas características em seus filhos. E isso envolve praticamente qualquer tipo de atividade. Pais sedentários transmitem a mensagem do sedentarismo para seus filhos. Pais “viciados” (não quimicamente) passam os mesmos vícios para as crianças que as observam.


Entretanto, o mesmo vale para os bons hábitos. Os tutores que cultivam o bom hábito da leitura perto de crianças ajudam a desenvolver a mesma tendência nos juvenis. Um estilo de vida saudável, com alimentação regrada e prática frequente de exercícios físicos, é outro aspecto que pode ser absorvido pelos pequeninos. Portanto, percebe-se que estamos diante de um potencial gigantesco que não pode ser desperdiçado: a fase de desenvolvimento das crianças.


O IMPACTO NA CARREIRA DAS CRIANÇAS

criacao do seu filho



Diante desse cenário, fica fácil entender como a criação dos filhos pode impactar diretamente a carreira que eles vão escolher. E não somente isso. O grau de sucesso (ou insucesso) nessa empreitada também pode ser determinado por conta da educação que os juvenis receberam.
Uma criança mimada, por exemplo, que foi ensinada desde pequena pelos pais que um choro é a palavra-chave para qualquer desejo ser atendido, pode ter suas expectativas quebradas ao adentrar o mercado de trabalho. Isso sem contar o quanto ela pode ter sofrido na adolescência e juventude. Porém, não é raro encontramos profissionais mentalmente despreparados para encarar a dura vida de trabalhadores. Como consequência, muitos possuem um mal desempenho ou problemas sérios dentro do ambiente corporativo.


Outro caso clássico é o de crianças que não aprenderam a batalhar por seus ideais e objetivos na juventude, e colhem frutos ruins na vida adulta. Observando pais apáticos e igualmente paralisados diante de certar situações (porque provavelmente também foram ensinados dessa maneira), os profissionais com essas características ficam presos a empregos ruins durante anos ou não consegue permanecer em bons empregos durante muito tempo.


Essas são, sob qualquer ótica, situações ruins e que nós, pais e responsáveis, gostaríamos de tirar do caminho dos nossos filhos. Mas como fazer isso?


DÊ O EXEMPLO

criacao do seu filho



Aqueles mais perspicazes já entenderam que é através do exemplo que podemos impactar positivamente a vida futura das crianças. Mais do que longos discursos, broncas e falatórios. Os juvenis aprendem por meio do que observam os adultos fazerem (e deixarem de fazer). São realmente como esponjas, que absorvem aquilo que entram em contato.


Portanto, se você quer uma criança bem-educada e que tenha grande chance de ter um bom futuro profissional, aí vai a dica: dê bons exemplos. Viva a sua vida adulta como você gostaria que ela vivesse quando chegasse lá. Assim, você estará contribuindo para o bom desenvolvimento da criança e estará garantindo um futuro melhor para ela e a sua geração.

E aí, concorda? Agora veja por que ensinar empreendedorismo para crianças! 


Posts Relacionados

Deixe uma resposta