Por que você deveria estimular seu filho a ser um jovem empreendedor

Jovens-empreendedores

Encorajar seu filho a ser um jovem empreendedor pode ser a chave para garantir a ele um posicionamento de sucesso no futuro. Entenda mais sobre o assunto neste artigo.

O jovem empreendedor e a quarta revolução industrial

Estamos passando por um momento único na história da humanidade, trata-se da 4ª Revolução Industrial.

Da mesma de forma que ocorreu com as anteriores, ela promete mudar substancialmente a forma como nos relacionamos, nosso meio de vida, e claro, o nosso trabalho.

Mas ela será ainda intensa, tanto em termos de escala quanto de complexidade. Afinal, a crescente automatização de processos industriais e a consolidação de uma sociedade voltada à informação são algumas de suas características principais, as quais o jovem empreendedor deve se familiarizar desde já.

Justamente por isso que estimular  jovens a se adaptarem cada vez mais a esta realidade – concedendo mais ferramentas para aqueles que desejam empreender e tem espírito empreendedor – fará toda diferença no futuro.

Igualmente frisar porque formar alunos através da tecnologia pode fazer toda diferença no vindouro mercado de trabalho que ele está por enfrentar.

O jovem empreendedor e a situação educacional no país

Acreditamos que, como todo pai, você deve ter preocupações relativas ao ensino de seus filhos e se ele é suficiente para prepará-lo para o futuro.

E deveria estar mesmo. O mercado de trabalho hoje é diferente do que era na época de nossos pais e avós, e tudo indica que, nos próximos anos, ele vai mudar mais ainda.

Porém, é claro para qualquer um observar que a educação, em si, pouco mudou.

Ainda temos nas nossas escolas um ensino conteudista, que pouco promove a imaginação, a iniciativa, e que não se encontra antenado com as novas necessidades.

Basicamente, temos um sistema educacional que remete aos anos 60 para uma sociedade do século XXI. Sem inovações na metodologia, criatividade, tecnologia e também não trazendo ferramentas necessárias para o desenvolvimento de seu filho, inclusive, se tornar um jovem empreendedor, por exemplo.

Ou seja, somam muito pouco para despertar todo o potencial de crianças e adolescentes e então gerar insights a fim de contribuir para se dedicarem ainda jovens ao empreendedorismo.

Enquanto isso, países mais desenvolvidos já saem na frente, trazendo este tipo de incentivo na educação regular, por exemplo. Programação, iniciação científica e metodologias voltadas a projetos são comuns nas escolas destes lugares.

E mesmo que estejamos diante de um número até expressivo de empreendedores brasileiros mais jovens, ainda temos muito a fazer para garantir um futuro mais promissor aos nossos filhos.

Assim sendo, a fim de preparar seu filho para enfrentar os desafios que virão, todo esforço é válido. Afinal de contas, não existe causa mais nobre que essa.

Logo, cabe a nós, como escola de educação tecnológica, apresentar mais alguns motivos de por que você deveria estimular seu filho a ser um jovem empreendedor.

Por que você deve estimular seu filho para o empreendedorismo?

De imediato, 3 relevantes motivos podemos elencar para responder a questão acima. Conheça-os a seguir:

1. O empreendedorismo ensina habilidades que serão vitais para a vida

Desenvolvendo habilidades

Desenvolvimento de habilidade: prioridade na vida

Quando a criança começa a dar seus primeiros passos, já está aprendendo. Ao tentar andar e cair, percebe automaticamente que terá que tentar novamente, até conseguir.

Estes ensinamentos são fundamentais certo? Despertar nela o brilho do empreendedorismo, por exemplo, vai ensiná-la mais ainda. Ela vai adquirir algumas habilidades que serão essenciais no futuro mercado de trabalho, inclusive.

Uma delas é a autoconfiança. Sendo autoconfiante, uma criança ou adolescente, por exemplo, encara de frente desafios pertinentes ao empreendedorismo.

O jovem empreendedor melhor preparado e mais autoconfiante, será também mais seguro.

Além disso, mais domínio sobre tecnologia, emoções e atitudes, irá permitir que tomem suas próprias decisões de maneira mais assertiva, ressaltando a autonomia.

Outra habilidade a ser trabalhada nessa criança ou jovem, é a resiliência. Sendo resiliente, a capacidade de lidar com situações difíceis, não apenas na sua vida particular, mas também na sua carreira terá mais êxito.

Ao experimentar a situação de falhar e ao ser incentivado a tentar novamente, seu filho será absolutamente capaz de lidar com problemas no futuro de forma muito mais calma e ponderada.

2.  O jovem empreendedor tem a criatividade apurada

Criatividade

O jovem empreendedor usa plenamente sua criatividade

Este é um fator tão importante que merece ser comentado em separado. Em um mundo de superinformação como o nosso, a criatividade faz toda diferença.

Diversos estudos demonstram que ela, sem dúvida, é uma das ferramentas mais importantes para alcançar o sucesso.

E, ao estimular o empreendedorismo ainda na infância e bem mais na adolescência, você coloca seu filho de frente com diversos problemas que só podem ser resolvidos com soluções criativas.

Ainda dentro deste espectro, desenvolver uma mentalidade voltada à solução de problemas é muito importante.

Com isso, seu filho vai poder analisar uma devida situação, estabelecer hipóteses e, com criatividade, criar soluções. É conseguir ver um problema de vários ângulos, até chegar ao melhor resultado, sem dúvida uma das características mais notáveis do jovem empreendedor.

3.  A valorização do aprendizado ocorre

O jovem empreendedor valoriza a oportunidade de aprender

Uma das coisas que mais crianças e adolescentes falam hoje em dia é “onde é que eu vou utilizar aquilo que eu aprendo na escola?”.

Pois, ao estimular seu filho para conhecer e assimilar mais neste momento, ele, certamente irá aprender coisas que serão efetivamente úteis para sua vida, e assim fica claro para ele, antes de tudo, que o conhecimento é sim importante.

No fim de contas, é o estudo que lhe dará ferramentas para que ele resolva por si só problemas que lhe aparecerão pela frente. 

Em suma, estamos falando de instrumentalizar o seu filho para o mundo que vai enfrentar daqui há alguns anos, por exemplo. Afinal, ele será um jovem empreendedor com mais chances de sucesso, quanto mais cedo receber este estímulo.

Para concluir, ressaltamos que precisamos mais de pais que estimulem seus filhos a se dedicarem ao empreendedorismo. É bom para nossa economia, contudo, é ainda melhor para o futuro destes jovens.

Pessoas com mais autonomia, capazes de lidar com desafios e as nova demandas que ainda estão por surgir, com segurança e tranquilidade principalmente, é que farão a diferença daqui a poucos anos.Certamente é isso que você, como pai, quer para seu filho. Assim sendo, separe tempo e conheça melhor nossa proposta para ajudar na criação de seu filho com pensamento empreendedor.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta