criatividade

Como incentivar crianças a exercitarem criatividade

Você sabia que incentivar crianças a exercitar criatividade pode ser decisivo para seu futuro? E existem algumas ações básicas que você como mãe e/ou pai pode tomar! Acompanhe a seguir.

Criatividade: incentivo para ser criativo na vida adulta começa na primeira infância 

Na longa jornada dos dias, por vezes deixamos de lado coisas que são essenciais, porém pouco comentadas.

Cobramos um bom desempenho dos nossos filhos na escola, que sejam educados tanto dentro quanto fora de casa. Prezamos o valor da empatia para com o outro, a sociedade, enfim, com o mundo.

Fortemente desejamos que nossos pequenos cresçam aprendendo responsabilidade, porém, que estejam também em  segurança.

Para lembrar, tudo isso também são premissas para a I Do Code, no entanto, temos ainda a acrescentar a necessidade de deixar florescer todo o potencial criativo do seu filho ou filha.

Sim, o poder de criar ou de encontrar soluções onde ninguém mais percebe uma saída, é algo de muito valor hoje em dia.

Porém, ao contrário que muitos pensam, a criatividade não é uma dádiva natural do ser humano, algo que nascemos com ou sem, mas sim, que pode e deve ser incentivada desde os primeiros anos. 

Portanto, nós, e você como mãe/pai, temos que unir forças para viabilizar aflorar a engenhosidade, especialmente na primeira infância.

Assim sendo, veja algumas ações para incentivar o exercício da criação em crianças, para, portanto, aumentar, além de tudo, o potencial de serem mais bem sucedidas, felizes e realizadas no futuro.  

Criatividade: como incentivar em crianças

1 – Autonomia para decidir

Deixe seu filho decidir o que pintar, desenhar ou construir. Forneça os materiais e deixe-os usar a sua intuição para criar, pois crianças não precisam receber tópicos para isto. Em contrapartida, a maioria ficará feliz em explorar os materiais e criar o que é significativo para eles.

Portanto, acredite, deixá-las que se guiem pelo terreno dos instintos é o ideal.

Mas, se ele está “empacado” e no entanto, procura por orientação, tente envolvê-lo em uma discussão sobre o que gosta.

Por exemplo, faça muitas perguntas sobre seus amigos, interesses e atividades favoritas – e logo a centelha de uma ideia deve acender!

2 – Proteja a criatividade do seu filho

Evite ficar fazendo críticas ou julgamentos em cima daquilo que a criança cria. Seja sua criação uma coreografia, um desenho, um prato, uma música…

Isso pode parecer um tanto óbvio, no entanto, é frequente entre pais desatentos, por exemplo.

Portanto, se policie e evite comentários negativos como “Isso é um pouco escuro demais” ou “Isso parece um pouco confuso nesta parte”.

Porém, comentários positivos como  “Isso é bonito! Você é um pintor maravilhoso!” poderão transmitir a mensagem de que a arte deve ser concluída para então, ser avaliada por outros.

Do mesmo modo, pedir a uma criança para explicar por que ela retratou algo de certa maneira, ou porque usou determinada cor, por exemplo, também pode ter o mesmo efeito que uma crítica não positiva.

Afinal, desenvolver criatividade tem a ver com auto expressão e não avaliação (seja ela positiva e/ou negativa) ou mesmo qualquer tipo de julgamento.

 3 – Explore o espaço literalmente

Quem não adora saber algo sobre o espaço sideral, lembra como você também o apreciava quando criança?

Portanto, use-o para instigar a imaginação e estimular o surgimento de ideias e conceitos próprios no seu filho. Este é um tipo de incentivo para toda a vida, afinal, a criança tenderá a gostar de ciências, por exemplo.

Enfim, há muitas atividades educacionais e criativas que você pode realizar para aprimorar o amor pelo espaço no filho.

Por exemplo, você pode pedir ao seu filho que use a imaginação dele para lhe dizer como pensa serem os alienígenas.

Do mesmo modo, poderá pedir que conte uma história sobre um astronauta que viajou para a lua e observe a criatividade que se manifesta.

Você também pode fazer atividades artísticas mais detalhadas para incentivar seu filho a aprender mais sobre o espaço.

Os modelos de papel machê do sistema solar são um ótimo projeto de arte para crianças, e você também pode fazer modelos com bolas de isopor.

Promover o amor do seu filho pelo espaço sideral por meio da arte e da imaginação, ajudará você a tornar sua casa um ambiente mais criativo para ele.

4- Amplie a criatividade com brinquedos de construção

Não há dúvidas que brinquedos que incentivam construir, como blocos ou legos, são uma ótima ideia para você comprar para seu filho. Eles instigam o desenvolvimento de habilidades básicas para resolução de problemas, por exemplo.

Portanto, incentive seus filhos a criarem diferentes figuras e elementos a partir desses blocos.

Se sua criança de 8 anos adora carros, por exemplo, você pode obter um kit para carro Lego e incentivá-los a liberar sua imaginação e criatividade.

Isso permitirá que seu filho exercite suas habilidades de resolução de problemas enquanto improvisa para criar o objeto que tem em mente.

Você deve dar aos seus filhos espaço de sobra para brincar de graça, mas também deve desafiá-los de vez em quando para mantê-los pensando e engajados.

5- Use aplicativos, jogos e gadgets

Você como mãe, deve se fazer a seguinte pergunta de tempos em tempo: “A tecnologia está limitando a capacidade de criar do meu filho?”.

Pois saiba que a tecnologia, quando usada corretamente e com moderação, pode ajudar a desenvolver habilidades inerentes a criatividade, seja por meio de aplicativos, jogos ou gadgets.

Muitos aplicativos são projetados para estimular a mente das crianças e aprimorar, portanto, suas habilidades de pensamento criativo.

Em síntese, aplicativos de idiomas podem ajudar as crianças a começar a aprender uma segunda língua, assim como um de jogos de videogame, por exemplo, pode auxiliar para:

  • Desenvolver habilidades de resolução de problemas;
  • Função motora fina;
  • Aprimorar as habilidades de pensamento criativo das crianças;
  • Capacidade do seu filho de pensar de forma criativa.

Você também pode permitir que seus filhos experimentem diferentes gadgets, para que se familiarizem com a tecnologia.

Logo, dispositivos de jogos, telescópios e robôs de brinquedo são ótimas ferramentas para a criatividade, pois ajudam crianças a explorar o pensamento criativo por meio da tecnologia.

Porém, embora aplicativos de arte ou videogames possam ajudar a desenvolver habilidades motoras finas e de resolução de problemas, elas não substituem as atividades da vida real.

Enfim, aqui elencamos atos simples, porém, efetivos que servirão para você incentivar crianças a exercitarem a criatividade.

Portanto, oportunize ao seu filho ou filha um futuro mais completo e uma vida mais feliz e repleta de possibilidades!

Nós da I Do Code, somos parceiros para que isso se torne realidade!

Similar Posts