conheca-10-atividades-para-criancas-que-ativam-os-dois-lados-do-cerebro

10 atividades para crianças que ativam os dois lados do cérebro

Conheça as 10 atividades para crianças que estimulam os dois lados do cérebro e que são importantes, pois preparam o corpo e a mente para a aprendizagem.

O estímulo do cérebro é essencial para desenvolvimento cognitivo de qualquer criança em fase de crescimento. Esse estímulo é importante inclusive para jovens e adultos, para que tenham uma velhice mais saudável.

Desta forma, criamos esse artigo para que você conheça 10 atividades para crianças que ativam os dois lados do cérebro e que são de extrema importância, uma vez que preparam tanto o corpo quanto a mente para que a aprendizagem ocorra de maneira mais significativa.

Quando os professores fazem uso de estratégias e metodologias de aprendizagem que dão foco na ativação dos dois lados do cérebro, consequentemente isso faz com que as crianças aprendam mais e melhor.

Inclusive, a realização das atividades para crianças ajuda a liberar o estresse, concentrar a energia acumulada, além de despertar o cérebro.

Vale lembrar que, não podemos desenvolver atividades para crianças que estimulem apenas um hemisfério do cérebro. Sendo assim, é importante conhecer quais são as formas de estímulo para a totalidade do mesmo, garantindo a plena formação da criança.

Dicas de atividades para crianças que ativam os dois lados do cérebro

1- Desenhar o número 8

Uma das atividades para crianças que é eficiente para o desenvolvimento do cérebro infantil é pedir para que a criança desenhe o número 8 muitas vezes, usando seus próprios dedos, ou seja, fazendo a representação do número no ar.

Também é possível fazer a mesma atividade com o auxílio de uma folha de papel e colocar traços para a criança sublinhar. Isso dependerá, obviamente, da idade da criança.

O importante da realização de uma atividade como essa é que seja utilizada ambas as mãos, a mão dominante e a não dominante.

O uso de ambas as mãos, auxilia no estímulo do hemisfério esquerdo do cérebro, que é responsável pela lógica, e que abrange a matemática, as informações sequenciais, a razão e fatores analíticos e do hemisfério direito, que é responsável pela criatividade e pela imaginação.

Desenhar no ar, auxilia na imaginação, isto é, na capacidade de desenhar em um lugar fictício como no ar, permitindo que a criança seja capaz de promover uma mudança no seu estado cerebral, enxergando de uma forma especial, e aumentando sua percepção sobre as coisas.

Sendo assim, essa é uma das atividades para crianças, capaz de libertar esse potencial, tendo acesso, à sua capacidade inventiva, intuitiva e imaginativa.

Adicionalmente, quando um indivíduo desenha, ele se torna um ser dotado de potencial criativo, capaz de exprimir-se por meio do desenho.

2. Enfoque multissensorial

As atividades para crianças com enfoque multissensorial são simples de serem aplicadas na educação dos pequenos, pois envolvem a inserção de práticas educativas que contemplem leitura, desenho, auxílio do computador para realizar diferentes tarefas estudantis, e são formas de colaborar para o desenvolvimento multissensorial.

É possível solicitar para que as crianças façam leituras compartilhadas, elaboração de mosaicos com palavras, escrita na areia, leitura a partir de letras em relevo, jogos digitais e muito mais.

Apesar de antigo, esse enfoque foi criado no final  de 1800, o método visa auxiliar na absorção de informações abstratas, ajudando a aguçar seus sentidos, e é uma das atividades para crianças que as auxiliam a pensar por si mesmas usando uma abordagem sistemática.

Atividades com enfoque multissensorial ajudam a refinar os cinco sentidos: visual, tátil, olfativo, auditivo e gustativo.

Esses sentidos desenvolvem-se a partir dos 2 até os 6 anos, daí a importância de  fornecer para as crianças dessa faixa etária, o maior número possível de experiências, com enfoque sensorial.

Sendo assim, podem ser desenvolvidos jogos simples com texturas que se diferenciem-se entre si, com cores diversas, fornecendo elementos para um melhor desenvolvimento dos sentidos da visão e tátil.

Pode também ser construídas fragrâncias, a partir de diferentes chás e frutas e pedir para que as crianças tentem adivinhar, auxiliando no desenvolvimento do sentido do olfato.

Além desses, é possível usar os sons de diferentes materiais, a fim de questionar as crianças acerca de quais materiais podem produzir tais sons.

Essas são apenas algumas das atividades para crianças que você pode fazer. Use a sua imaginação para criar tantas ferramentas lúdicas achar necessário.

3. Atividades para crianças com quebra-cabeças

Para melhorar a capacidade dedutiva, você pode inserir nas atividades para crianças jogos de quebra-cabeça, pois eles permitem a conexão entre os neurônios ativando os dois lados do cérebro infantil.

Isso porque, ao realizarmos esse tipo de atividade, as crianças acabam forçando-se a pensar e procurar uma solução. Começam a ativar mais a memória, tentando descobrir ou memorizar onde cada peça está.

Elas também aprimoram a percepção visual e espacial. Sendo assim, aposte em quebra-cabeças e peças de blocos de construção. Além de serem brincadeiras divertidas, auxiliam significativamente no aprendizado das crianças.

4. Atividades para crianças envolvendo leitura e escuta de histórias

A criança pode ainda não estar alfabetizada, mas ela ouvirá atentamente as histórias que você ler para ela e isso estimulará a imaginação, a memória, percepção de mundos entre outros aprendizados importantes ao seu desenvolvimento.

Leia também: O cérebro da criança nos primeiros anos.

As crianças que escutam histórias, mesmo que não saibam ler, vão desenvolvendo a memória, entendendo as diferenças entre o real e o fictício, aprimorando ainda mais sua criatividade, imaginação, invenção, dentre outras habilidades cognitivas.

Conforme elas vão sendo alfabetizadas, você pode pedir para elas lerem uma história ou inventar uma história, ambas as atividades contribuem para o desenvolvimento cognitivo e intelectual das crianças.

Além de ser uma atividade benéfica para o estímulo dos hemisférios cerebrais dos pequenos, também oferece um enriquecimento do vocabulário e incentiva o desenvolvimento da fala, para uma melhor dicção.

5. Brincadeiras na natureza

A natureza é uma ótima professora. Permite que a criança possa observar e tirar suas próprias conclusões.

Realizar atividades para crianças em espaços abertos é muito enriquecedor para elas, entre muitas outras coisas, há o estímulo dos sentidos.

Além disso, esses tipos de atividades ao ar livre podem envolver corridas, pular corda, caminhar livremente, explorar, entre outros, desde que estejam voltadas para o estímulo do pensamento positivo.

Você pode levar as crianças para observar como a natureza se comporta, isso é, seus sons, seja de pássaros, de galhos ou folhas caindo ou sons de animais e água. Acriança por si só já começa a realizar questionamentos.

Esses questionamentos podem ser acerca dos fatos, dos barulhos, assim elas começam a fazer relações, o que é muito importante para o desenvolvimento dos dois lados do cérebro.

Além disso, essas atividades para crianças contribuem para o aprendizado de cores, de espaços, de diferenças entre todos os animais, quais funções cada um tem em seu habitat ou ecossistema, entre outras percepções.

6. Leitura ao contrário

Essa é uma atividade muito boa para estimular a flexibilidade do cérebro infantil, a capacidade de leitura e também a criatividade.

Basta escrever algumas palavras ou frases invertidas e entregá-las para a criança ler.

Por exemplo, você pode usar: “SA SAÇNAIRC OÃS SEZILEF”.

Você pode também usar textos mais simples, como por exemplo: “AS CRIANÇAS OÃS FELIZES”. Posteriormente pode ir adicionando maiores níveis de dificuldade.

O ideal é não começar com algo muito difícil e sim ir aumentando o nível de dificuldades, de forma a não assustar ou traumatizar as crianças com algo impossível de resolver dentro de suas condições de aprendizes.

Em muitas  culturas a escrita se dá da esquerda para a direita, como é o nosso caso. No entanto existem algumas culturas em que a escrita é da direita para esquerda, como é o caso da cultura hebraica e árabe.

Então essa se torna uma das atividades para crianças que auxiliam para que ambos os lados do cérebro se desenvolvam em sua plenitude.

Leia também: 5 formas de estimular o raciocínio lógico infantil.

7. Minecraft deve ser incluído nas atividades para crianças

Esse game pode muito bem ser explorado para práticas de estímulo do cérebro infantil, e inclusive é reconhecido por especialistas como uma poderosa ferramenta educativa.

Com esse game de montagem de blocos, estimularemos o raciocínio lógico e rápido, além da criatividade das crianças. A ativação dos dois lados do cérebro acontece, quando as crianças são obrigadas a pensar, raciocinar de forma rápida e lógica.

Adicionalmente, esse jogo colabora para o desenvolvimento do lado exploratório e criativo, podendo ajudar a instigar as crianças, através da criação de casas e edifícios.   

Se você quiser saber mais sobre essa possibilidade, leia o nosso artigo: Minecraft educacional: jogos como ferramenta de aprendizagem.

banners internos 730 x 232

8. Jogos de xadrez

Ensinar os pequenos a jogar xadrez é outra excelente atividade para crianças que estimula o desenvolvimento dos dois lados do cérebro.

Em uma partida de xadrez se evidenciam as habilidades como a atenção, o controle dos impulsos, a memória e o planejamento de ações futuras.

Além disso, o fato de as crianças terem que elaborar uma estratégia de jogo potencializa a capacidade mental dos pequenos.

É um dos jogos de tabuleiro mais antigos e sua prática desenvolve muitas habilidades. Além das que já elencamos acima, podemos também citar como concentração e a capacidade de tomar decisões.

Essas atribuições integram algumas das competências presentes no século 21, sendo que esse conjunto de aptidões e comportamentos, são muito necessários e requeridos, preparam as crianças para o futuro.

Além disso o xadrez trabalha a memória de longo, médio e curto prazo, o foco, contribuindo para raciocínio lógico e para resolução de problemas.

9. Propiciar atividades para crianças artísticas

O uso didático da música, pintura, escultura, dança e teatro permite o desenvolvimento integral da criança (corpo e mente/cérebro).

A criatividade que é explorada durante esse tipo de atividade para crianças, é uma excelente alternativa para que estimulemos as conexões neurais, fazendo com que se multipliquem em ambos os lados do cérebro.

Isso se deve ao fato de que se movimentar faz com que acionamos várias partes do cérebro. Isso é válido também para tocar um instrumento, cantar e dançar.

Ao realizar essas atividades em conjunto a criança desenvolve ambos os hemisférios do cérebro de forma natural e divertida. Já que a realização de várias atividades ao mesmo tempo, contribui para o aprendizado, memória, entre outras competências.

A pintura e o teatro por sua vez, auxiliam na forma de se expressar, conectando muitas esferas do cérebro, sendo ótimas atividades para crianças de forma a promover conexões auxiliando no desenvolvimento de vários lóbulos cerebrais. 

10. Aulas de programação

Além de todas as atividades para crianças que citamos até agora, também é possível ativar os dois lados do cérebro infantil, a partir de aulas de programação e robótica.

Isso é possível, pois desde muito cedo as crianças podem começar a aprender as principais técnicas de programas, e assim, adentrar no universo tecnológico de forma madura e assimilando os conceitos matemáticos mais facilmente.

Além disso as aulas de programação abordam diversos conteúdos e áreas, ou seja, é uma área interdisciplinar, que engloba ciência, engenharias, matemática entre outras.

Outra área que apresenta características semelhantes às da programação, é a robótica. Ela contribui para o desenvolvimento de diversas aptidões, como ciência, empreendedorismo e engenharias (mecatrônica, mecânica e inteligência artificial).

Ambas as áreas são ótimos exemplos de atividades para crianças, que auxiliam na promoção de ambos os lados do cérebro.

Aprofunde seus conhecimentos sobre este tema lendo: Ensino de tecnologia na infância, quais os benefícios?

Explore as possibilidades apresentadas no artigo de hoje e permita que as crianças se desenvolvam plenamente!

Similar Posts