Habilidades sociais

O que são habilidades sociais e como desenvolvê-las

As habilidades sociais são fundamentais para o desenvolvimento das pessoas, e é inegável a necessidade de desenvolvê-las desde a infância, uma vez que, desta forma, poderemos assegurar o pleno desenvolvimento dessas habilidades até a fase adulta.

O que são as habilidades sociais?

As habilidades sociais são um conjunto de estratégias de conduta e as capacidades para aplicar essas condutas, sendo o que ajuda a resolver uma situação social de maneira afetiva, ou seja, aceitável para o sujeito e para o contexto social em que esteja inserido.

Elas permitem que possamos expressar os nossos sentimentos, atitudes, desejos, opiniões e direitos de modo adequado a situação na qual o indivíduo se encontra, respeitando sempre a conduta e o espaço do outro.

Desta forma, as habilidades sociais facilitam e melhoram as nossas relações interpessoais, fazem com que nos sintamos melhor, obtemos o que queremos e conseguir que os demais não nos impeçam de alcançar os nossos objetivos.

Esses comportamentos são necessários para que possamos interagir e nos relacionar com os demais de forma efetiva e mutuamente satisfatória.

Tipos de habilidades sociais

Você conhece os tipos de habilidades sociais que os seus filhos possuem? Saiba que existem habilidades sociais básicas e outras consideradas mais complexas. Confira!

  • Habilidades sociais básicas

– Escutar;

– Iniciar uma conversa;

– Formular uma pergunta;

– Agradecer;

– Apresentar-se;

– Apresentar outras pessoas;

– Realizar uma atividade ou missão recebida.

  • Habilidades sociais complexas

– Empatia: capacidade de colocar-se no lugar de outra pessoa;

– Inteligência emocional: a inteligência emocional é a habilidade social de uma pessoa para lidar com os sentimentos e emoções, distingui-los e utilizar esses conhecimentos para dirigir os próprios pensamentos e ações.

– Assertividade: habilidade para ser claro, franco e direto, dizendo o que se quer dizer, sem ferir os sentimentos dos demais, tampouco menosprezar a valia dos outros, apenas defendendo seus direitos como pessoas;

– Capacidade de escuta: ser capaz de escutar com compreensão e cuidado, entendendo o que a outra pessoa quer dizer e transmitindo que recebeu a sua mensagem;

– Capacidade de comunicar sentimentos e emoções: poder manifestar diante de outras pessoas os sentimentos da maneira correta, sejam eles positivos ou negativos.

– Capacidade de definir um problema e avaliar soluções: habilidade social de uma pessoa para analisar uma situação levando em conta os elementos objetivos, assim como os sentimentos e necessidades de cada um.

– Negociação: capacidade de comunicação dirigida à busca de uma solução que seja satisfatória para todas as partes;

Modulação da expressão emocional: habilidade social de adequar a expressão das nossas emoções ao entorno;

Capacidade de pedir desculpas: capacidade de ser consciente dos erros cometidos e reconhecê-los. Leia mais em A importância do erro para o aprendizado.

Reconhecimento e defesa dos direitos próprios e dos demais: habilidade social em que se demonstra consciência dos direitos e também dos direitos das demais pessoas, defendendo-os do modo correto.

Para quê servem?

As habilidades sociais são benéficas para se aprender a expressar-se e compreender aos demais, levar em consideração as necessidades e interesses de todos, tentar encontrar a solução mais satisfatória para todos diante de um problema ou ser solidário, coisas fundamentais se queremos viver em uma sociedade e desenvolver os nossos filhos para serem cidadãos de bem e com respeito ao próximo.

Como desenvolver as habilidades sociais nas crianças?

As habilidades sociais podem ser aprendidas ou desenvolvidas ao longo do processo de socialização, como resultado da interação com outras pessoas.

Esse desenvolvimento se produz fundamentalmente na infância, e os primeiros anos de vida são fundamentais para a aprendizagem destas habilidades. Leia mais em: Como os bebês desenvolvem as habilidades sociais.

Tais habilidades são desenvolvidas, portanto, a partir dos seguintes processos:

  •  Experiência direta: as crianças estão rodeadas de pessoas, e desde muito cedo começam a ensaiar suas condutas sociais, e muitas vezes, são inspiradas em sua própria família. Sendo assim, leve em consideração os tipos de habilidades sociais que citamos anteriormente e coloque a criança em situações que se exija as relações interpessoais e demais habilidades.
  • Explore as habilidades sociais através de jogos: os jogos não servem unicamente para diversão, uma vez que muitos deles podem ser utilizados justamente como uma fonte de estímulo para o desenvolvimento das habilidades sociais. Explore essa parte e escolha jogos para o seu filho que o estimule a pensar no outro e/ou ter que fazer parcerias com outras pessoas para poder jogar. Amplie seus conhecimentos sobre este tema, lendo Criação de jogos: aprendizado aliado à diversão.
  • Ajude a criança a superar os seus limites: todas as habilidades sociais que necessitamos para viver em sociedade têm muito a ver com aprendizado. Algumas vezes, isso significa cruzar um pouco os limites. Você deve sempre buscar desafiar o seu filho a fazer algo um pouco mais difícil do que ele já sabe fazer. Leia também Filho Prodígio: 4 ótimas atividades.

Gostou do nosso artigo? Deixe um comentário com as suas dúvidas e sugestões! Siga a I Do Code no Instagram! Visite o nosso site!

Similar Posts