Programação para crianças: saiba quais são as melhores linguagens

duas crianças prestando atenção na aula de programação

O mundo da programação tem se tornado cada vez mais conhecido nos últimos tempos e, se antes era algo restrito a adultos, cada vez mais têm-se ouvido falar sobre a importância de ensinar programação para crianças. Mas, na hora de propor esse aprendizado aos pequenos, é importante escolher uma linguagem de programação adequada a idade deles.

Quando a ideia de ensinar de programação para crianças começou, algumas iniciativas interessantes de programação gráfica começaram a ser criadas, como é o caso da linguagem Logo, que foi desenvolvida na década de 60 e tinha um propósito educacional que envolvia o aprendizado de programação em conjunto com a matemática.

Com o avanço da proposta de ensino de programação para crianças, muitas outras linguagens e plataformas foram surgindo, algumas pensadas justamente para o ensino infantil e outras facilmente adaptáveis a esse objetivo, de modo que está cada vez mais fácil incentivar as crianças a aprenderem programação.

Assim, se você está a procura de uma linguagem ideal para estimular a criançada a aprender programação, confira essa lista onde reunimos as melhores linguagens de programação para crianças e suas principais características, e escolha uma delas para começar.

Melhores linguagens de programação para crianças

1 – Python

Python é uma linguagem de programação que foi criada em 1991, por Guido van Rossum, e que tem sido muito utilizada por programadores iniciantes atualmente. Com a sua organização simples de escrita e leitura, é possível criar jogos, páginas web e até inteligências artificiais sem se ater ao aprendizado de muitos conceitos abstratos.

Para começar a programar em Python, basta fazer o download da biblioteca no site oficial, onde vários códigos básicos já vem prontos para serem incorporados ao seu código, facilitando o processo de codificação e de aprendizado, e em seguida escolher uma IDE para escrever o código, como a PyCharm.

Vantagens da linguagem Python para crianças:

  • Fácil de aprender: escrita e leitura fácil para as crianças e adultos;
  • Pensada para ser simples: a linguagem possui uma rica biblioteca de funcionalidades.

2 – Ruby

Ruby é uma linguagem de programação para Web que foi criada em 1995 por Yukihiro Matsumoto e tem como principal fundamento ser uma linguagem com “foco na simplicidade e produtividade”. Ela possui uma sintaxe que, como a própria linguagem propõe, é “natural de ler e fácil de escrever”, o que é bastante positivo para o aprendizado das crianças.

É possível aprender Ruby instalando a linguagem em seu computador ou escrevendo o código online. Você também pode aprender o básico da linguagem de maneira online e didática, através do Try Ruby.

Uma forma de introduzir as crianças a Ruby é através do livro Olá Ruby, de Linda Liukas (publicado no brasil pela Companhia das Letrinhas), que traz uma introdução ilustrada da linguagem, com atividades.

Capa do livro Olá Ruby para ensinar programação para crianças
Capa do livro infantil da Linda Liukas de introdução a Ruby

Vantagens da linguagem Ruby para crianças:

  • Fácil de aprender e produtiva: tem uma sintaxe simples de ler e escrever;
  • Facilidade para encontrar materiais gratuitos: a linguagem Ruby tem uma grande comunidade de desenvolvedores, o que ajuda na busca por materiais para estudo;

3 – Java Script

A linguagem JavaScript foi uma linguagem surgida em 1995 e que tem como principal função o desenvolvimento interativo da parte visual das aplicações Web. Com a linguagem, é possível criar desde animações para sites até jogos online ou mobile.

Apesar de não ter sido desenvolvida diretamente para ensinar crianças, JavaScript é uma das linguagens mais utilizadas para ensinar programação para os pequenos, através de jogos como o Crunchzilla e o CodeCombat, que também ensina Python.

Para aprender JavaScript não é necessário o uso de uma IDE, pois é possível escrevê-lo diretamente entre as tags <script> de um código HTML feito no bloco de notas, o que não é tão recomendado, mas que facilita o aprendizado da linguagem.

Há quem acredite que JavaScript é uma linguagem tão simples e fundamental, que é possível começar aprendê-la ainda bebê, e por isso já existe até um livro de JavaScript para bebês, disponível apenas em inglês no momento.

Livro JavaScript for babies, da coleção Code Babies, da Sterling Children’s

Vantagens da linguagem JavaScript para as crianças:

  • Fácil de aprender: JavaScript é uma das linguagens mais comuns na web, pode ser programada até no bloco de notas e a sintaxe é simples;
  • Respostas visuais: como JavaScript é utilizada para a criação do layout de páginas web, ela pode ser aprendida através da criação de animações e outras respostas gráficas, o que pode estimular ainda mais as crianças a aprenderem.

4 – Scratch

Se você procura uma linguagem de programação que, além de poder ser visual, como a JavaScript, ainda possa ser codificada em português, o Scratch é a ferramenta perfeita.

Criada em 2007 pelo Media Lab do MIT, essa linguagem usa o conceito de programação em blocos para que as crianças possam desenvolver jogos, animações e outros programas através de códigos montados de forma visual.

Com essa ferramenta, as crianças podem usar a criatividade e programar de forma intuitiva e divertida. Como é uma linguagem pensada exatamente para crianças, nós da I do code acreditamos que é a melhor linguagem, entre todas que foram apresentadas, introdutória para crianças, tanto que ensinamos Scratch para nossos alunos no início do nosso curso antes de passar para uma linguagem em inglês, como o JavaScript.

Para aprender Scratch, você pode criar uma conta online no site oficial da linguagem, fazer o download gratuito da ferramenta para o seu computador.

Vantagens da linguagem Scratch para as crianças:

  • Público ideal: é uma linguagem criada justamente para elas;
  • Fácil acesso: ferramenta gratuita e em português;
  • Visualmente divertida: os códigos e blocos se lembram brincadeiras comuns, como um quebra-cabeças ou os bloquinhos do LEGO.

Incentive as crianças a aprenderem

Além de apresentar as crianças a uma nova linguagem de programação e propor que a aprendam, pode ser positivo utilizar o momento do aprendizado para criar algo junto com elas, pois um aprendizado compartilhado tende a ser mais estimulante, além de trabalhar aspectos como a sociabilidade.

O aprendizado em grupo é uma das vantagens também de considerar matricular o seu filho em uma escola especializada em programação, onde alem de terem contato com outras crianças que estão aprendendo conteúdos semelhantes, ele ainda será acompanhado por professores experientes no ensino de programação para crianças.

Se você tem interesse em ver seu filho aprender programação e quer saber mais sobre o curso de programação que oferecemos aqui na I do Code, confira o nosso site e agende uma aula experimental, com certeza o seu filho terá um aprendizado muito produtivo.

Gostou do texto? Quer mais dicas de como iniciar no mundo da programação? Então confira esse post sobre como começar a programar.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: