imagem de um computador

Programação: vale a pena aprender?

Em meio a pandemia, muitos buscaram empregos home office no mercado de tecnologia. Mas será que vale a pena aprender programação?

Muitos estudos revelam que, no Brasil, o mercado de Tecnologia teve lucros 3x maior do que nos últimos anos. Esse mercado vem reaquecendo a estrutura de geração de empregos. Mais do que nunca as empresas estão buscando inovar. Antigamente dizíamos que o mercado de Tecnologia é o emprego do futuro, e segundo as perspectivas do mercado temos muita demanda presente, e as oportunidades vão aumentar.

Nesse contexto mencionado, vale a pena aprender programação? Como começar?

Como aprender programação?

Aprender programação não é como aprender a andar de bicicleta, muitos conhecimentos que hoje são tendência, são rapidamente atualizados, na velocidade da tecnologia. Por isso, apesar de não ser uma carreira fácil (devido às constantes atualizações do mercado), se você ou algum familiar busca inovar em meio a pandemia e buscar uma nova profissão, com amplas oportunidades, saiba que você está no lugar certo.

Apesar de dizer que é um ramo promissor do mercado, não quer dizer que será fácil, muitos gostam de tecnologia, mas precisam ser direcionados para a tecnologia certa. Esse é o trabalho da I do Code, direcionar os esforços para o lugar certo, afinal, ninguém quer ficar obsoleto em meio às tendências mundiais.

Jeito errado

Um iniciante em programação que não tem um suporte adequado vai pesquisar na internet como fazer um site em 30 minutos. Nesse sentido ele vai encontrar vários sites, dentre esses alguns que prometem ser bem baratos para a manutenção.

Porém, com o passar do tempo, o iniciante na programação vai se deparar com alguns problemas, como falta de funções, uma página estática (funciona perfeitamente no computador, mas não funciona no celular), funcionalidades caras, limitações, propagandas, spam, vírus e lentidão.

Ao passar por essa breve experiência logo o iniciante de programação desiste e acha que não vale a pena aprender programação, afinal se montar um site é tão difícil, imagina criar um aplicativo de celular e computador para atender a uma demanda específica?

Por isso, o que antes parecia ser simples se torna muito complicado, pois o que parece ser eficiente nas soluções imediatistas das plataformas instantâneas, na verdade não é aprendizado de fato de programação.

Aprender a programar são escolhas, uma escolha errada pode gerar resultados que não serão aproveitados mais tarde. O mesmo ambiente pode representar resultados diferentes dependendo das escolhas tomadas.

Jeito certo de aprender programação

Para aprender programação, o estudante deverá ir do básico ao avançado:

  • Aprender a lógica de programação (se esse passo não for bem trabalhado as dificuldades serão maiores para desenvolver outras habilidades);
  • Aprender a estrutura da programação, organizar as ideias;
  • Aprender uma linguagem de programação;
  • Aprender banco de dados;
  • Aprender sobre bibliotecas e frameworks de trabalho;
  • Aprender continuamente novas tecnologias, linguagens e estruturas de programação;

Note que sites que se oferecem para construir um site ou um programa em menos de um dia, são como oferecer algodão doce para os iniciantes em programação, parece bom, mas não nutre tanto como comida de verdade, por isso essas estruturas não são profissionais e não vão ajudar o iniciante em programação uma carreira sólida atendendo às demandas cada vez mais exigentes do mercado.

Por esse motivo, nós da Ido Code sempre recomendamos aos pais de nossos alunos, maioritariamente crianças e adolescentes, a fazer essa transição desde cedo, afinal as crianças tem maior facilidade em aprender coisas novas. Além do mais, desenvolver habilidades de forma intuitiva é nossa missão, por isso que crianças conseguem aprender.

Tem idade certa para aprender programação?

Vimos anteriormente que aprender programação pode não ser uma das coisas mais simples que existem, mas o aprendizado pode ser gradativo. Com crianças e adolescentes o tempo à disposição é maior, visto que muitos que estão na idade adulta tem muitos problemas a se preocupar, como as despesas recorrentes e soluções mais imediatas.

Contudo, muitos vem adentrando a área, mesmo mais tarde, por isso, nesse site temos um artigo falando de 9 plataformas muito utilizadas e bem baratas para aprender a programar. A metodologia de aulas virtuais é muito boa para quem é autodidata (aprende sem ajuda de um professor) e precisa que as aulas estejam disponíveis 24 horas por dia.

Destacamos que, apesar de ser mais fácil investir logo cedo em cursos de programação para crianças e adolescentes, vale ressaltar que não tem idade para começar. É uma área crescente, de alta demanda, de salários bons, alta flexibilidade de horário e lugar, onde o esforço físico é plenamente cognitivo (mental).

Caso ainda tenha dúvidas com relação cursos de programação, poderá conversar a qualquer momento com nossos especialistas no site. Teremos o prazer de responder as suas dúvidas sobre o uso e aprendizado de qualquer tecnologia relacionado a programação.

Espero que você tenha gostado da leitura, quer conhecer mais da I Do Code? Veja nossos cursos clicando aqui.

Similar Posts