Programação: 5 profissões que exigem saber programar

Programação

Há diversas oportunidades no mercado de trabalho para profissionais que sabem tudo de programação e, acredite, algumas delas foram feitas especialmente para as crianças e adolescentes de hoje. Vamos falar sobre elas?

Foi-se o tempo em que só existia uma maneira de fazer as coisas e vencer na vida. Nessa época, a escolha de uma profissão era pautada pelas poucas opções e o termo programação era um tanto quanto desconhecido.

Embora essa realidade tenha mudado consideravelmente nos dias atuais, muitas pessoas continuam escolhendo errado por não saber que a carreira ideal para suas habilidades já existe no mercado.

Diante de tantas possibilidades, como escolher a melhor opção para cada caso? Uma dica: unir habilidades naturais com a alta demanda do mercado pode funcionar muito bem.

Por esse motivo vamos falar sobre uma das habilidades mais procuradas pelas empresas e quais são as profissões que utilizam a programação no dia a dia de trabalho.

Desde programador de jogos até arquiteto de redes de informática, as opções são inúmeras e, neste post, vamos listar 5 destas profissões.

Sabe o que é ainda melhor? Tem para todos os gostos. Confira!

Principais motivos para aprender programação

Será que vale mesmo a pena aprender a programar? Estima-se que no Brasil, o salário de profissionais da tecnologia em geral, aumentou cerca de 3x desde o início da pandemia do Covid-19.

Isso se deve ao fato de que muitas empresas começaram a procurar por mais profissionais nessas áreas com o intuito de inovar cada vez mais e poder continuar com seus lucros, ou até mesmo aumentá-los.

Com isso, a procura por programadores também aumentou, gerando um impasse nas atuais carreiras no mercado de trabalho. Afinal de contas, vale mesmo a pena aprender programação nos dias atuais?

A resposta é: com certeza, sim. Especialmente para as novas gerações que priorizam, acima de tudo, a hiperconexão como estilo de vida.

Programação: mercado de trabalho e a Geração Z

É verdade que o ensino tradicional e conservador deu certo por muito tempo. Mas também não podemos negar que o mundo mudou e que é preciso se reinventar.

Há alguns anos, quando alguém dizia que iria trabalhar com programação, poderia ser facilmente considerada uma pessoa irresponsável. Atualmente, esse profissional tem visão.

O mesmo acontece quando falamos em profissões ligadas ao entretenimento, como jogos digitais. E ainda bem que isso mudou — as novas gerações agradecem!

Com opiniões fortes e duradouras a Geração Z quer ser ouvida, principalmente no ambiente de trabalho.

Valorizam a imagem do líder que orienta e, mais do que isso, sabem escutar o que os outros têm a dizer.

Para essa geração, empreender é mais importante do que um salário fixo todos os meses.  Sendo assim, não é uma carteira assinada que vai fazer o trabalhador, mas um trabalho que o faça realmente feliz.

A programação e suas profissões

No meio tecnológico existem diversas profissões para um programador. Basta escolher aquela que combina mais com o perfil do profissional e aproveitar todas as maravilhas e benefícios de fazer o que se ama.

A partir do momento em que desenvolvemos as habilidades necessárias para trabalhar no século XXI, tais como criatividade, pensamento crítico, colaboração e comunicação.

Bem como as habilidades voltadas para a profissão escolhida, a tendência é crescer e se destacar nessa profissão.

Conheça a seguir algumas profissões que exigem o mínimo de programação e que tendem a crescer cada vez mais.

banner minicurso python: programação no pc

1. Engenheiro de software

O engenheiro de software tem como principal função projetar e desenvolver sistemas, aplicativos e programas.

É esse o profissional responsável por desenhar e testar os novos programas. Além disso, também é o responsável pela manutenção e revisão periódica sobre o sistema.

2. Analista de sistemas

O analista de sistemas resolve problemas das redes, podendo tanto ser relacionados aos sistemas computacionais de hardware como de software.

Vale ressaltar que o analista de sistemas atende outras funções que são divididas em produção de software, negócios e infraestrutura de TI.

Por exemplo, no que diz respeito a programação e produção de softwares é necessário que o profissional tenha conhecimentos também em engenharia de software.

3. Arquiteto de redes de informática

Estes profissionais são responsáveis por criar e manter a variedade de redes de comunicação.

Desde intranets até organizacionais, como infraestruturas expansivas na cloud, são eles que arquitetam toda a estrutura.

Por fim, eles são encarregados do gerenciamento das equipes, do orçamento do projeto e da implementação da rede.

Tal cargo exige certo acompanhamento das novas tendências na área de tecnologia para que possam ser aplicadas de forma benéfica nas organizações.

4. Programador de jogos digitais

Mais uma profissão em alta para quem gosta de programação. O programador de jogos digitais costuma ter grande interesse na área de TI e games.

Além disso, vale muito a pena investir nos pequenos de forma que comecem a estudar para a profissão desde cedo, já que o gosto pelos jogos com certeza será um atrativo para eles.

Com o aprimoramento dos smartphones e transformações digitais, o mercado de games é uma área muito popular e com grande demanda de bons profissionais.

5. Programador web

Profissional responsável pelo desenvolvimento de portais, fóruns, sites e aplicações destinadas à internet.

É responsável também pela programação de websites e sistemas web, isto é, programas que são executados em um computador ou rede de computadores.

Entre os conhecimentos necessários para a função é exigido a linguagem de programação e domínio sobre demais ferramentas, como o Java e ASP.

Ter conhecimento sobre banco de dados é um diferencial.

É claro que existem diversas profissões voltadas para quem trabalha com programação e que não foram citadas neste artigo. Ainda assim, ter um conhecimento inicial sobre os tipos de linguagens vai fazer toda a diferença na hora de entrar no mercado de trabalho.

Viu como saber programação pode fazer toda a diferença? Entre em contato e descubra porque a I Do Code é o lugar certo para aprender a programar!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: