habilidades criativas

Habilidades criativas: como a tecnologia ajuda a desenvolver?

Entre as tendências de futuro para o desenvolvimento infantil, está o investimento em reforçar e aumentar as habilidades criativas das crianças.

Inclusive, esse tema tem se tornado pauta de especialistas em pedagogia e terapeutas comportamentais: como usar a tecnologia a favor desse crescimento pessoal?

Manter as crianças longe das novidades tecnológicas é algo impossível de ser pensado. Mesmo porque, nem deveria ser feito.

Além de ser a realidade cotidiana de todos nós, que estamos imersos em tecnologia 24 horas por dia, para os pequenos, ela pode apresentar oportunidades reais de desenvolvimento profissional.

E quem conseguir associar o conhecimento teórico com habilidades criativas, sairá na frente da concorrência.

O que são consideradas habilidades criativas?

As habilidades criativas podem ser consideradas todas as resoluções que são criadas, exclusivamente, pelas crianças, com um viés que vai além do esperado.

É a famosa “sacada”, que apenas as pessoas com um alto desenvolvimento cognitivo conseguem ter.

Isso as coloca em destaque tanto nos relacionamentos interpessoais, como nos profissionais, sendo considerados bons colegas de trabalho e de amizade, justamente por ter sempre uma visão mais criativa para resolver questões cotidianas.

Essas habilidades podem ser desenvolvidas por alguns métodos. Entre eles, está o acesso à tecnologia.

Quando ela é utilizada com esse viés comportamental, pode ajudar na capacitação de verdadeiros campeões!

Bons exemplos de habilidades criativas

Muitas pessoas acreditam que criatividade está relacionada, exclusivamente, a habilidades artísticas. No entanto, elas vão muito além disso.

As habilidades criativas são modos de enxergar situações e encontrar resoluções de maneiras mais práticas e inteligentes.

Elas surgem da associação entre a capacidade de entendimento, com raciocínio lógico e concentração.

Nem sempre se utilizam de conceitos já enraizados e a sua riqueza está justamente nisso: na possibilidade de ressignificar as teorias e encaixá-las com uma nova roupagem na sociedade.

Bons exemplos de como as habilidades criativas trabalham para o benefício cotidiano são:

  • O desenvolvimento de tecnologias como o blockchain;
  • A criação de moedas criptografadas, que aumentam a segurança de transações comerciais;
  • Criação de jogos com orientação no metaverso.

De que modo o desenvolvimento de habilidades criativas pode estimular o futuro da criança?

A tecnologia é o que irá permear os bons empregos do futuro. Ela já está intrínseca ao nosso cotidiano e os especialistas terão cada vez mais espaço nas empresas.

Veja como, desde já, áreas de Tecnologia da Informação, Web Design e Processamento de Dados já têm crescido.

Profissionais desses segmentos estão cada vez mais aclamados, inclusive trabalhando com empresas estrangeiras e exportando sua mão de obra.

E, pensando nisso, quanto mais capacidade de raciocínio e resolução de situações, com ênfase em habilidades criativas, o profissional tiver, maior será o seu destaque entre os concorrentes.

Então, vale a pena já investir nesse tipo de formação desde já, com os pequenos, de modo a estimulá-lo para que, quando for o momento, ele estar preparado para enfrentar o mercado de trabalho.

banner kit desenvolvimento cognitivo

Como a tecnologia pode ajudar a desenvolver habilidades criativas?

Pensando de uma maneira mais prática, considerando a importância de desenvolver as habilidades criativas e ainda levando em conta como a tecnologia pode ser uma aliada, vale a pena destacarmos como isso pode acontecer de forma assertiva.

Afinal, o estímulo tecnológico, vindo do contato da criança com teorias e ações estratégicas e especialmente voltadas para a capacitação, podem contribuir para a consolidação das habilidades de resolução, avaliação e análise de situações.

E isso pode acontecer de maneiras bastante sutis, mas que, quando efetivadas, se tornam parte do comportamento natural dos indivíduos e os destacam de outros.

Ampliação da capacidade visual

A tecnologia tende a estimular o que se chama de raciocínio perceptual, que é agregado a capacidade visual do indivíduo.

Ele se torna mais atento e mais rápido para encontrar detalhes que, a olhos comuns, podem passar despercebidos.

A avaliação de cores e a associação de tamanhos, de maneira mais assertiva, poderá torna-lo mais apto a condições de engenharia e espacialidade.

Estímulo ao raciocínio lógico

Outra característica que é otimizada pelo uso da tecnologia no desenvolvimento de habilidades criativas, é o estímulo ao raciocínio lógico.

Afinal, considerando que os maiores feitos tecnológicos são obtidos via estratégia e conhecimentos direcionados à resolução de problemas, quanto mais a pessoa pensar de forma lógica, maior é a chance de encontrar soluções rápidas e assertivas.

Aumento da memória e da concentração

A capacidade de se concentrar, que muitos acham ter se perdido justamente pelo acesso desenfreado à gadgets, é, na verdade, um benefício que a tecnologia promove.

O uso de recursos tecnológicos, como jogos, por exemplo, contribui para o desenvolvimento de uma capacidade analítica mais abrangente, onde a pessoa precisa estar atenta, concentrada e se lembrar de comandos para ter sucesso.

Isso ajuda a mantê-lo mais focado.

Melhora no tempo de resposta

Por fim, quando associamos todos os benefícios que a tecnologia pode levar ao desenvolvimento de habilidades criativas, temos uma considerável melhora no tempo de resposta do indivíduo, em relação à apresentação de situações que precisam de solução rápida.

Ele terá mais capacidade e embasamento intelectual de avaliar o que está havendo e encontrar respostas para atingir os objetivos propostos.

E, nesse ponto, pode, inclusive, associar condicionamentos criativos com ênfase em diversos segmentos, como a aplicação teórica, o raciocínio lógico e, até mesmo, focar em habilidades artísticas.

Como estimular seu filho a ter mais habilidades criativas?

Investir em cursos de tecnologia, com foco no desenvolvimento de habilidades criativas, é uma maneira de investir, também, em seu futuro, tanto com o olhar sobre as oportunidades de trabalho, quanto para o seu desenvolvimento pessoal.

Para tanto, você pode contar com escolas que promovem esse tipo de consolidação pedagógica, como a I Do Code.

Os cursos de tecnologia da I Do Code têm preparado milhares de crianças e adolescentes para a capacitação não apenas profissional, mas de entendimento de mundo.

Toda a orientação é feita com caráter social, de modo a contribuir para que ele cresça, também, como pessoa.

Fale com os especialistas e consultores da I Do Code e veja como é possível tornar o futuro do seu mestre criativo ainda mais bonito!

Similar Posts