Curso de planilha: entenda como ele traz soluções para sua vida

gráficos em papeis

Controlar as finanças é algo que pode ser bem complicado. Organizar entradas e saídas, manter o saldo atualizado e ainda guardar um pouco para fazer investimentos é algo que pode demandar bastante atenção e bastante tempo, tanto em casa quanto em uma empresa. Mas a solução para isso é bem simples: fazer um bom curso de planilha.

Sim, já existem vários aplicativos, serviços e sistemas corporativos que podem fazer ajudar nesse controle. Porém, os disponíveis gratuitamente tendem a não ser muito flexíveis, e os melhores tendem a ser pagos.

Embora não pareçam, planilhas são muito fáceis de usar e de adaptar às suas necessidades. Mas descobrir todas essas funcionalidades pode ser um pouco difícil. Por isso é importante fazer um bom curso de planilha.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre como essa simples tecnologia pode ajudar muito a sua vida e a vida de seus filhos.

Um curso de planilha prepara para o mercado de trabalho

Atualmente, ter conhecimento básico sobre o famoso Pacote Office já é praticamente um obrigação. Saber escrever um texto bem estruturado no Word, criar uma boa apresentação de PowerPoint e criar tabelas dinâmicas e automatizadas no Excel são algumas das habilidades básicas que todo mundo precisa ter.

Felizmente, hoje em dia as crianças começam a aprender a usar algumas dessas tecnologias já na escola: utilizam o Word para escrever seus trabalhos e o PowerPoint para suas apresentações e seminários, e com isso aprendem na prática a usar essas ferramentas. Porém, o Excel é deixado um pouco de lado, pois se torna mais útil em situações que envolvem muitos dados, algo que não é comum nas matérias escolares.

Por isso, um curso de planilha se torna importante para complementar essa educação e tornar seus filhos melhor capacitados para o mercado de trabalho, visto que o Excel acaba sendo uma das tecnologias mais importantes de cargos mais capacitados justamente devido à sua flexibilidade e habilidade de lidar com grandes quantidades de dados.

Planilhas ajudam a organizar sua vida financeira

Dentro do ambiente doméstico, o uso mais comum das planilhas é o de manter o controle sobre a vida financeira. Se procurar na internet, você consegue encontrar diversos modelos de planilhas para manter o controle de gastos, algumas bem simples e intuitivas e outras bem complexas e com diversas abas e opções.

Mas, claro, a vida financeira de cada um é diferente. Uma pessoa assalariada recebe pagamentos de apenas uma ou duas fontes, um profissional autônomo ou liberal pode ter as finanças pessoais e profissionais um tanto misturadas, e um empreendedor tem que saber balancear muito bem todos os saldos que administra.

Por isso, se torna bem importante poder criar uma ferramenta de controle de gastos bem adaptada à sua realidade. Embora os modelos disponíveis na internet possam ajudar, é sempre necessário fazer algumas modificações para que eles façam mais sentido para sua vida. E para fazer essas modificações, é preciso saber como as planilhas funcionam.

Felizmente, essa normalmente é uma das primeiras coisas que um curso de planilha ensina: controlar os gastos. E, graças a tecnologias como as Planilhas Google, atualmente há inclusive a vantagem de compartilhar essas planilhas com outras pessoas e até de editá-las facilmente pelo celular!

Embora o Excel e as Planilhas Google apresentem algumas diferenças, a essência delas é a mesma, e muitas das funções também. Assim, um mesmo curso de planilha permite que você aprenda a usar muitas das ferramentas de ambos.

banner minicurso planilhas: imagem de uma planilha com gráficos

Planilhas também são muito flexíveis

E, claro, controlar gastos não é a única utilidade das planilhas. Há muitos outros usos da tecnologia que você aprende em um curso de planilha.

Tanto as planilhas do Pacote Office quanto da Suite Google apresentam uma grande gama de funções matemáticas dos mais variados tipos. Isso, em conjunto com a interface simples baseada em células, torna as planilhas muito úteis para a realização de cálculos complexos, e com isso acabam sendo muito usadas na engenharia, por exemplo, para auxiliar no projeto de peças, máquinas e estruturas em geral.

Além disso, as planilhas também são extremamente eficientes para a análise de dados. Todos os pacotes de planilhas apresentam recursos como criação de gráficos dos mais variados tipos, tabelas dinâmicas e até mesmo de interpolação de dados, como a famosa regressão linear. É uma ferramenta estatística muito poderosa. E sua conexão com ferramentas de criação de apresentações (como o PowerPoint e o Apresentações Google) permite que você apresente essas análises de forma visual muito facilmente!

Mas os usos das planilhas não terminam nas funções básicas e nas células. É muito comum que esses aplicativos de planilhas permitam inclusive o uso de programação, algo comumente abordo em um curso de planilha mais avançado.

No caso do Excel, isso se dá pelo VBA, abreviação de Visual Basic for Applications, uma versão da linguagem Basic feita para ser usada para automatizar programas. Como o próprio nome diz, o Basic é uma linguagem bem básica e intuitiva, sendo bem fácil de aprender para quem já tem certa experiência com programação. Aprendendo as funções básicas do VBA do Excel, é possível fazer coisas incríveis, incluindo jogos que funcionam inteiramente no programa.

As Planilhas Google também têm suporte a programação. No caso, elas permitem a criação de códigos de automação (scripts), através da plataforma Apps Script da Google, que é utilizado também nos outros produtos dela (como Documentos, Agenda e Gmail), permitindo uma grande integração entre os produtos Google que você usa. Tudo isso utilizando como base a linguagem Javascript, também muito fácil de aprender.

Essa parte de programação permite que você transforme as planilhas em ferramentas poderosas para automatizar seu dia a dia, e é muito importante fazer um bom curso de planilha para aprender bem como utilizá-la.

E, claro, as possibilidades são infinitas. Você pode usá-las como ferramenta para criar cronogramas, como bloco de notas, como forma de organizar suas ideias (o chamado mapa mental) entre muitas outras coisas. Há muito espaço para a criatividade. E, com isso, grande possibilidade de facilitar ainda mais a sua vida.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: