Metodologia Montessori – A valorização da autonomia em destaque

Metodologia montessori

O método de ensino criado pela pedagoga e psiquiatra italiana Maria Montessori é um das abordagem modernas de educação mais valorizadas em todo o mundo. Ganhou destaque mais recentemente quando muitas celebridades optaram por esta perspectiva na educação de seus filhos – como é o caso do Príncipe George, filho do Príncipe William e da duquesa Kate Middleton. A metodologia Montessori traz ferramentas inovadoras e compreende crianças de todas as idades. Saiba mais sobre este método a seguir!

O que é a metodologia Montessori?

Maria Montessori (1870-1952) desenvolveu uma abordagem educacional com diferentes práticas, métodos e materiais didáticos. Mas mais do que isso, o foco de sua abordagem estava na utilização destes recursos, nos resultados no desenvolvimento de indivíduos, colocando a criança no centro da sua própria evolução. 

Autonomia e liberdade são alguns objetivos centrais desta abordagem, muito apropriada para as necessidades das crianças de hoje, principalmente àquelas cujos pais buscam o ensino da tecnologia – veja mais neste link.

Resultado de imagem para montessori
Maria Montessori em sala de aula.

E para cada fase da vida, Montessori propunha planos de desenvolvimento, considerando determinados aspectos, comportamentos e possibilidades da criança, ou seja, em cada um dos seus momentos deve ser respeitada a aprendizagem ao seu modo. Para traçar linhas gerais sobre cada faixa etária e necessidade de desenvolvimento, Montessori fez anos de pesquisa e observação. Veja neste artigo algumas coisas que seu filho deve aprender ainda na infância.

Seis eixos da metodologia Montessori

A partir daí, Montessori lançou alguns conceitos básicos de seu método, que são eficientes quando funcionam de maneira integrada:

Autoeducação – Este é um conceito muito importante da metodologia Montessori: toda criança é capaz de aprender sozinha. Uma confiança deve ser depositada na criança quanto ao seu processo de ensino e aprendizagem. Ela é capaz de aprender a falar, comer, andar, dar e receber afeto e até de outras ações que nem sempre imaginamos ser possível ser intervenção. Para isso, ter um meio adequado e motivador, com amplo acesso ao que precisa para se desenvolver é muito importante.

Educação como ciência – A observação e organização dos fatos, é possível entender o que funciona ou não na educação infantil. O método científico está à disposição para ajudar a compreender as necessidades da criança, não de forma impositiva, mas de modo construtivo. Há sempre algo para descobrir observando as crianças e para aprender com elas. A observação também permite métodos de avaliação não impositiva – veja nesta matéria algumas formas de avaliar eficientes.

Educação Cósmica – A metodologia Montessori acredita que todas as coisas estão conectadas e isso dá sentido ao existir. Há relações entre as coisas e fatos, bem como uma ordem, o que gera um encantamento e um senso de gratidão na criança, bem como uma compreensão mais abrangente da vida. Isso é gratificante e acolhedor quando estamos crescendo.

Ambiente Preparado – Este conceito da metodologia Montessori propõe oferecer à criança um ambiente com mais liberdade para o seu desenvolvimento, que seja manipulado e organizado para a ação infantil, contribuindo para a exploração na aprendizagem e autonomia. Utilizar um layout motivador, com objetos que estimulem a sua criatividade e imaginação é essencial. É preciso dar acesso e disponibilizar à criança objetos cativantes e que instiguem a sua curiosidade e o seu aprendizado.

Adulto Preparado – O adulto interage no ambiente infantil, mas ele mesmo deve estar disposto a se desenvolver, a abandonar a sua posição orgulhosa de adulto e a participar da experiência. O contato com a criança permite que esta ensine o adulto sobre as suas necessidades e faz com que ela se sinta necessária nesta troca de experiências.

Criança Equilibrada – Para a metodologia Montessori, todo indivíduo nascem com um “guia interior”, que o faz buscar atender diferentes necessidades em cada fase da vida – falar, comer, brincar, etc. Quando estimulada apropriadamente, ela se torna equilibrada – um objetivo do esforço montessoriano é justamente promover este equilíbrio.

A metodologia no ensino tecnológico

Você sabia que Steve Jobs, fundador da Apple, promoveu o desenvolvimento de uma série de aplicativos para iPod e iPhone com base em recursos montessorianos? Além disso, é possível utilizar a metodologia Montessori e a tecnologia para conceber ambientes mais criativos, interativos, adaptáveis às diferenças individuais e que estimulam a autonomia. A interatividade promove o senso de escolha, algo importante na metodologia Montessori.

Também há espaço para a proposta de oficinas multimídias em contextos escolares, para que a criança não tenha apenas contato com a tecnologia, mas que possa produzir seus recursos tecnológicos em diferentes etapas do aprendizado. Veja mais sobre o assunto neste artigo.

Gostou das dicas sobre metodologia Montessori? Deixe um comentário com as suas dúvidas e sugestões! Siga a I Do Code no Instagram! Visite o nosso site!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta