A importância da educação tecnológica para o futuro profissional

oito pessoas sentadas em volta de uma mesa, cada uma com seu computador

O método tradicional de ensino, que consistia no professor falando e no aluno ouvindo, já está ultrapassado a muito tempo. Embora a maioria das escolas e universidades se mantenham apegadas a ele, a tendência é que ele seja substituído por metodologias que engajem mais os alunos em sala de aula, de forma a permitir que eles coloquem em prática aquilo que aprenderam, ou que eles mesmos tomem o lugar do professor em algumas aulas. Uma forma de conseguir esse engajamento é através da educação digital.

A educação digital utiliza tecnologias usuais e não tão usuais como forma de facilitar o aprendizado e tornar as aulas mais dinâmicas e produtivas. É muito fácil de ver como isso influenciaria no aprendizado do aluno e contribuiria para sua formação nesse sentido. Porém, o que isso significaria para seu futuro profissional? Poderia ajudá-lo, ou não haveria diferença em relação aos métodos tradicionais?

A resposta é simples: ajudaria, sim. E muito. Confira!

Educação digital e trabalhos em grupo

Algumas das competências mais importantes a serem desenvolvidas atualmente são as de conseguir trabalhar em grupo e de ter uma comunicação efetiva com outras pessoas. No modelo de ensino tradicional, não há muito espaço para isso: a aula é o professor ensinando os alunos, e a avaliação é uma prova e no máximo um trabalho ou seminário.

Embora trabalhos e seminários sejam atividades em grupo, falta algo muito importante para a formação das crianças: o acompanhamento. As pessoas não deveriam ter de descobrir por si só como trabalhar em grupo. Isso deveria ser ensinado. E o acompanhamento é uma forma de fazer isso na prática.

A educação digital mistura metodologias ativas e tecnologias modernas para tornar o ambiente de aula um ambiente próprio para trabalho em grupo, usando a tecnologia como um meio de ensinar isso na prática, em conjunto com o acompanhamento dos professores.

Educação digital e aplicação de tecnologias

Seus filhos com certeza sabem se virar com as tecnologias atuais. Usam celulares e computadores o dia todo sem problemas, encontrando os jogos que querem jogar, instalando aplicativos e aprendendo a usá-los, entre várias outras coisas.

Porém, isso não quer dizer que eles estejam aprendendo a usar as tecnologias que estão presentes em ambientes profissionais. Não é todo mundo que gosta de brincar com planilhas, não é?

A educação digital, por se valer do uso de tecnologias para ajudar no processo de aprendizagem, inevitavelmente vai introduzir aos seus filhos diversas tecnologias de uso diário em empresas, como pacotes de produtividade (Microsoft Office, Google Docs), ambientes de desenvolvimento (para programação), ferramentas de organização do trabalho (como o Trello), ferramentas de comunicação (Slack, e-mails), entre outras possibilidades. Embora possa acontecer de o futuro emprego de seus filhos não usar as mesmas tecnologias, eles provavelmente irão usar tecnologias parecidas, e esse conhecimento irá ajudá-los a se adaptar mais rapidamente.

Obtenção de conhecimento técnico e prático

Boa parte da atuação profissional, em quase qualquer área, envolve botar a mão na massa. Isto é, é preciso saber aplicar seus conhecimentos, tanto práticos quanto teóricos, para fazer o que precisar ser feito. E também envolve tomar iniciativa, tomar riscos, responsabilidades, e saber coordenar uma equipe.

Isso tudo, incluindo o conhecimento técnico, envolve aprender na prática. Programação, por exemplo, é um conhecimento técnico, assim como a eletrônica e a robótica são. Na educação digital, todos esses conhecimentos e competências são ensinados de forma interdisciplinar. E quanto mais cedo seus filhos começarem a aprendê-los e a praticá-los, mais fácil e rápido será para eles se tornarem mestres em tudo isso. Um diferencial essencial atualmente.

Familiarização com diversos tipos de tecnologia

Além dos aplicativos de produtividade e organização, a educação digital permite que seus filhos aprendam a usar uma grande quantidade de tecnologias de diversas formas e para diversos fins. Por exemplo, eles podem aprender sobre gamificação, um assunto que está em alta atualmente, participando de uma educação gamificada. E com isso, aprender a gamificar métodos, rotinas e aplicativos mais tarde.

Além disso, para treinar a escrita, ao invés de simplesmente escrever uma redação e enviá-la ao professor, por que não publicar tudo em um blog? Dessa forma, as crianças aprendem a usar e manter blogs, o que podem usar no futuro para manterem seus próprios sites, e também podem ler as redações uns dos outros e comentar e opinar nelas. Plataformas como o WordPress permitem que cada um crie um blog como quiser e o mantenha privado. Assim, só quem tiver o link poderia acessá-lo.

Interessante, não? Isso (e muito mais) é o que nós da I Do Code temos a oferecer a seus filhos.

Gostou? Agende uma aula!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: