Qual a idade ideal para aprender programação?

Aprender programação

Aprender programação vai muito além de apenas entender e escrever linhas de códigos e criar jogos e aplicativos. A programação, que já está presente na vida das crianças em países como os EUA,  é capaz estimular o aprendizado desde os primeiros anos de vida, através do incentivo a algo chamado Pensamento Computacional.

O Pensamento Computacional é um conjunto de habilidades cognitivas ligadas à tecnologia, que são divididas em três principais áreas: a primeira é a Abstração, que é a capacidade de entender um problema grande e conseguir criar etapas de resolução para elaborar soluções. 

A segunda Análise, que é a observação das estratégias e etapas desenvolvidas, para verificar se realmente resolvem o problema. E, por último, a Automação, que é o momento de iniciar uma codificação para criar um software, jogo ou aplicativo que trará a solução do problema.

Aprender programação: 3 áreas do pensamento computacional

A programação é uma atividade que consegue trabalhar essas três áreas do Pensamento Computacional. Assim, é possível começar a aprender a programar a desde os 4 anos de idade, sem que as crianças precisem ter contato com computadores, através da utilização de brinquedos e brincadeiras que estimulem, por exemplo, a capacidade o raciocínio lógico, que faz parte da abstração.

O contato com a programação pode ser iniciado antes mesmo de se aprender a programar em uma linguagem de programação para computadores, com uma ênfase nas áreas da abstração e da análise. Brincadeiras desplugadas são ideais para que você consiga transmitir esses conhecimentos para seu filho desde cedo.

É importante saber que, tanto a abstração, quanto a análise, são habilidades que devem ser treinadas a vida inteira, e é quando chega a etapa de automação (que não interrompe as outras duas etapas) que a programação, como geralmente é conhecida – com códigos ou blocos de instruções, deve realmente começar a fazer parte da vida das crianças.

Nesse sentido, a idade ideal para aprender a programar é a partir dos 7 anos de idade, e é importante que as crianças tenham acesso a um ensino de programação que consiga estimular a participação ativa no próprio processo de aprendizado.

A programação e a importância da alfabetização tecnológica

Com sete anos de idade, as grande maioria das crianças já possuem as habilidades de fala e escrita desenvolvidas, pois já passaram pela alfabetização. Dessa forma, aos sete anos é a idade ideal para que essas crianças em contato com a programação, pois, como consequência, uma nova fase de alfabetização se inicia, que é a alfabetização tecnológica, algo fundamental para evitar o vício e o mau uso das tecnologias pelas crianças.

O aprendizado de programação envolve o contato com novas linguagens e também com um novo modo de pensar, como o exemplo das habilidades de abstração e análise. Quando as crianças começam a aprender programação, um novo olhar, mais participativo e inovador, começa a se formar, e os aparelhos tecnológicos ganham um novo significado na vida delas.

É importante lembrar que: para que a alfabetização tecnológica realmente aconteça, os professores devem ser habilitados tecnicamente e pedagogicamente para lidarem com as tecnologias na sala de aula, utilizando essas ferramentas a favor do desenvolvimento de áreas cognitivas como o raciocínio lógico, a capacidade de resolver problemas, concentração, criatividade e o trabalho em equipe.

Aprender programação cedo, e com o incentivo adequado

Já vimos que a idade ideal para aprender a programar é a partir dos sete anos, mas, além de se iniciar o aprendizado com essa idade, é importante saber que esse conhecimento é algo cumulativo, que vai se aprimorando ao longo do tempo. Por isso, as habilidades vinculadas a programação precisam ser treinadas durante toda a vida. 

Diante desse fato, o interesse das crianças e jovens por manter um olhar criativo e participativo no contexto da programação deve ser estimulado por práticas de ensino dinâmicas, que consigam atrair a atenção do seu filho de maneiras diferentes.

Justamente por entendermos a necessidade do estímulo constante ao aprendizado tecnológico que criamos a metodologia de ensino da I Do Code, que é moderna e focada no protagonismo do aluno durante o processo de desenvolvimento da programação.

Um método de ensino adequado se preocupa com a participação do aprendiz de programação em práticas avaliativas menos tradicionais. Há um incentivo da ação das crianças no desenvolvimento projetos contextualizados a partir da Storytelling e da Gamificação, tornando o aprendizado dinâmico e divertido e incentivando o pensamento criativo. 

Ao começar a aprender programação aos sete anos e com o incentivo adequado, o seu filho vai ter muito mais chances de se tornar um adulto de muito sucesso profissional e pessoal, com base no desenvolvimento de habilidades como o raciocínio lógico, na capacidade de resolver problemas e no desenvolvimento da sociabilidade, da concentração e do pensamento inovador e empreendedor. 

Gostou do artigo? Clique aqui e conheça a história de pessoas de sucesso que aprenderam a programar quando ainda eram bem jovens. Siga a I Do Code no Instagram! Visite o nosso site!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta