O que são metodologias ativas e como estimulam o aprendizado?

Metodologias ativas

O papel das metodologias ativas é cada vez mais relevante no processo de ensino e aprendizagem na sociedade atual.

Isso porque com as mudanças sociais existentes, vemos se formar um novo perfil de aluno, mais tecnológico e independente.

Inclusive, nos últimos anos podemos testemunhar como as salas de aula foram sendo gamificadas, com práticas mais lúdicas e que fazem do aluno o protagonista de sua aprendizagem.

A implementação das metodologias ativas nos âmbitos educacionais exige uma mudança fundamental na atitude dos alunos e professores que tem que adaptar seus papeis na sala de aula para um novo paradigma.

Leia também: Qual é o futuro da educação?

Isso quer dizer que a prática pedagógica precisa ser aquela que incentiva os alunos a assumir a responsabilidade pelo aprendizado e a poder tomar decisões sobre isso.

Do mesmo modo, o professor acaba abandonando a figura de “detentor de todo o saber” e deixa de ser o principal gerente de tudo o que acontece na sala de aula, dando lugar a um professor que negocia com seus alunos, os orienta, os aconselha e lhes dá liberdade.

Esse novo relacionamento criado a partir das metodologias ativas dentro de uma sala de aula tem com objetivo final a promoção da autonomia do aluno.

Quais são os benefícios das metodologias ativas?

Essa metodologia está baseada na teoria de Piaget, já que explica como se formam os conhecimentos.

O desenvolvimento cognitivo é uma reorganização progressiva dos processos mentais, como resultado da maduração biológica e a experiência ambiental.

Em outras palavras, as crianças, em primeiro lugar, constroem uma compreensão de mundo que as rodeia e, em segundo lugar, experimentam discrepâncias entre o que já sabem e o que descobrem em seu entorno.

Ignorar que todos nós possuímos uma história prévia, uma experiência atual e atitudes e práticas para construir nosso conhecimento, poderia obstaculizar o processo pedagógico e impedir que alcancemos nossos objetivos.

Os objetivos que se pretende alcançar com as metodologias ativas se baseiam em fazer com que os indivíduos:

  • Se convertam nos responsáveis de sua própria aprendizagem, desenvolvendo habilidades de busca, seleção, análise e avaliação da informação recebida;
  • Participem em atividades que lhes permitam intercambiar experiências e opiniões com seus companheiros.
  • Realizem processos de reflexão sobre o que fazem, como fazem e quais resultados alcançam;
  • Tornar-se consciente de seu entorno através de atividades como trabalho de projeto ou estudos de caso.
  • Desenvolva aspectos como autonomia, pensamento crítico, atitudes colaborativas, habilidades profissionais e habilidades de auto avaliação.
  • Desenvolver consciência de grupo e reflexão individual e coletiva sobre a realidade cotidiana.

Para isso, devemos estabelecer objetivos, deixar claro que o papel do indivíduo é ativo e adquire maior responsabilidade em seu processo de aprendizagem.

Além disso, é preciso deixar claro que o papel do profissional de ensino é orientar, motivar, ajudar, facilitar e fornecer ferramentas para seus educandos.

As metodologias ativas tem um caráter lúdico, pois o aprendizado é promovido por meio do brincar, além de um caráter interativo, pois é dialogado e discutido com o objetivo de confrontar ideias, e de caráter criativo e flexível, uma vez que não existe um modelo rígido a ser seguido.

Aprofunde seus conhecimentos lendo também: 7 livros sobre educação que você deveria ler.

Metodologias ativas mais conhecidas

Veja a seguir quais são os principais tipos de metodologias ativas existentes:

  • Aprendizagem baseada em problemas: o aluno deve resolver um problema dado pelo professor com o objetivo de melhorar suas habilidades e conhecimentos.
  • Método de caso: o aluno faz suas próprias perguntas e ele mesmo deve procurar encontrar as respostas.
  • Aprendizagem baseada em projetos: a aula é dividida em pequenos grupos de trabalho e cada um deve pesquisar um tema escolhido de forma democrática e que esteja relacionado com o mundo real, dando suas próprias soluções.
  • Simulação: simular situações com os alunos, fazer simulações e avaliações das possibilidades diante de uma dada situação.
  • Aprendizagem cooperativa: os objetivos dos alunos se encontram vinculados entre si de um modo próximo, pelo qual cada aluno só alcançará seu objetivo se todos os demais também conseguirem.

Devo tentar ensinar com esse método?

Uma das principais razões para mudar para as metodologias ativas é o desejo genuíno do educador de proporcionar aos seus alunos uma compreensão mais profunda de sua própria aprendizagem.

Em muitos casos, os alunos simplesmente se lembram do que precisam saber para uma prova e não conseguem estabelecer conexões entre os componentes curriculares que estuda.

Pesquisas mostram que os alunos retêm muito pouco do que é ensinado em um formato tradicional de aula. Leia também: O problema da falta de atenção na escola.

Por outro lado, as metodologias ativas oferecem uma alternativa atraente à educação tradicional, tornando-a mais importante no que o aluno aprende do que no que o professor ensina.

E isso resulta em uma maior compreensão, motivação e participação do aluno no processo de aprendizagem.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: