Ensino remoto: entenda como melhorar o desempenho dos seus filhos

criança mexendo no notebook

Em 2021 a grande parte das escolas brasileiras, tanto de ensino público, quanto particular, decidiram por manter o ensino remoto por causa da pandemia de COVID-2019. À medida que as escolas consideram a reabertura, as crianças enfrentam um futuro em que os cursos online provavelmente farão parte do currículo. 

Estudos mostram que na aprendizagem online, os pais muitas vezes assumem o papel de professores. Porém, cabe aos pais tornar a escola uma prioridade, pois, isso ajudará a evitar que as crianças tratem a aprendizagem online como um período de férias. 

Essa mesma pesquisa sugere que alguns tipos de participação dos pais têm um impacto maior no desempenho acadêmico das crianças do que outros. Uma análise da Taylor e Francis Online (revista acadêmica online americana), mostrou que as crianças se beneficiam de discussões sobre aprendizagem e questões relacionadas à escola com seus pais e de leituras conjuntas. 

Deste modo, para tirar o melhor proveito do ensino remoto, aqui estão algumas dicas para ajudar seu filho a ter um melhor desempenho no aprendizado em casa.

Escolha um bom lugar para o ensino remoto

O espaço normal de aprendizagem de sua família para tarefas de casa ocasionais pode não funcionar durante o ensino remoto

Arrume um local físico dedicado às atividades voltadas para a escola e, certifique-se de que está silencioso, sem distrações e com uma boa conexão à Internet. Também, certifique-se de que um adulto monitora o aprendizado online. Mantenha as portas abertas e pratique boas práticas de segurança digital, hora de aprender é hora de aprender!

A importância das pausas no ensino remoto

Níveis mais altos de tempo de tela estão associados a uma variedade de danos à saúde, como obesidade e depressão. Mas, pequenas quantidades de uso diário da tela não são prejudiciais e podem ter alguns benefícios.

Pode ser difícil para algumas crianças ficarem sentadas durante a aula inteira, isso porque algumas crianças podem precisar de pausas mais frequentes do que outras. 

Inclua “intervalos cerebrais” entre as aulas, uma criança pode precisar de uma pausa rápida depois de permanecer em uma tarefa por mais de 25 minutos, isso quem afirma é Linda Carling, pesquisadora associada do Centro de Tecnologia em Educação da Escola de Educação da Universidade Johns Hopkins.

Reservar um tempo para se exercitar antes que seu filho se concentre no ensino remoto pode ser uma boa ideia. A atividade física repetida durante a escola pode melhorar a atenção das crianças.  O exercício é uma das melhores maneiras de reduzir o estresse e prevenir a ansiedade. 

Ainda, você pode colocar o computador em uma superfície elevada, pois algumas crianças se concentram melhor nas tarefas quando estão em pé.

Reveja as expectativas

Reveja o que a escola e os professores esperam do ensino remoto. Defina também algumas expectativas para você. Quando eles devem evitar interrompê-lo? O que eles podem fazer durante o tempo de pausa? Faça uma lista de itens “obrigatórios” e “podem fazer” juntos para cobrir o essencial e as atividades de sua escolha.

Se as crianças estiverem compartilhando dispositivos com irmãos, certifique-se de que os pequenos entendam como compartilhar, incluindo entender que na hora da aula é proibido se distrair com outras atividades.

A música é mágica no ensino remoto

As crianças respondem bem a cantar e dançar online. Para uma criança, participar de uma música ou dança é uma maneira fácil de se envolver com uma tela, porque ela pode seguir o líder.

As regras dessa interação são claras e se traduzem bem em um formato online, tente cantar junto com todos os colegas ou usar canções de forma intermitente para reconquistar as crianças que podem se distrair durante uma reunião virtual.

Para adolescentes e crianças mais velhas, uma dica é usar jogos educativos e lúdicos para ajudar no rendimento.

Comece e termine o dia fazendo o check-in

De manhã, você pode perguntar:

  • Que aulas / matéria você tem hoje? 
  • Você tem alguma avaliação? 
  •  Como você gastará seu tempo livre? 
  • De que materiais você precisa? 
  • O que posso fazer para ajudar?

No final do dia, você pode perguntar: 

  • Quão longe você foi em suas tarefas de aprendizagem hoje? 
  • O que você descobriu? O que foi difícil? 
  • O que podemos fazer para tornar o amanhã melhor?

Seja gentil consigo mesmo

As métricas anteriores de sucesso do seu filho na escola não se aplicam mais, é preciso lembrar que acima de tudo você é pai, e não professor. Meça seu sucesso em participação e sorrisos. 

Se as crianças se mostrarem desinteressadas durante o ensino remoto, lembre-se de que são jovens e isso é novo para todos. Não leve as saídas abruptas para o lado pessoal. Se o rendimento estiver diminuindo, considere procurar ajuda profissional.

Ajude seu filho a ter sua “própria” aprendizagem

Ninguém espera que os pais sejam professores em tempo integral ou especialistas em educação e conteúdo da noite para o dia.

Por isso, ofereça apoio e incentivo e espere que seus filhos façam a sua parte. Lutar é permitido e encorajar! Não ajude muito. Tornar-se independente requer muita prática. 

Obtenha ajuda quando precisar

Você nem sempre saberá como ajudar seu filho no ensino remoto, deste modo, pense em quem poderia ajudar a preencher as lacunas – peça ajuda à família, amigos, professores e outras pessoas. Às vezes, ter outro adulto no comando remove a difícil dinâmica da batalha entre pais e filhos e permite que você volte a ser apenas um pai.

Comunique-se com a escola sobre como as coisas estão indo levando primeiro os pontos positivos. Todos estão fazendo o melhor que podem, e é importante que os professores saibam o que está funcionando e o que não está funcionando para seu filho, para que possam obter a ajuda de que precisam.

Cada criança é única e é importante descobrir o que funciona melhor para ela no ensino remoto. Defina um período de alguns dias no semestre para observá-los e descobrir a duração ideal das aulas online, os horários em que estão mais engajados e o que os ajuda a manter o foco.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: