O que é programação?

programação
Padrão

Esse questionamento parece óbvio demais, mas não estamos falando sobre o planejamento que você faz para as férias ou o rumo que dá ao dinheiro que sobra no final do mês. Estamos nos referindo a programação de computadores.

Nesse contexto, a programação nada mais é do que o processo de escrita, testes e manutenção de programas de computador. Um computador é uma máquina capaz de diversos tipos de tratamento automático de informações e processamento de dados e pode ser um computador pessoal, um notebook, um supercomputador ou um assistente pessoal digital (palmtop).

Esses programas, por sua vez, são compostos por conjuntos de instruções determinados pelo programador que descrevem tarefas a serem realizadas pela máquina e atendem diversas finalidades.

O termo “programa de computador” pode ser usado como referência ao código fonte, que é escrito em alguma linguagem de programação ou até em linguagem de máquina, ou ao arquivo (software) que contém a forma executável do código fonte.

Parece complicado? Veja a explicação mais detalhada de cada um desses termos.

Linguagem de programação

Essa linguagem nada mais é do que um método padronizado que permite comunicar instruções específicas para um computador. Há centenas de variações e todas elas permitem que o programador defina sobre quais dados o computador deverá atuar, como armazenar e transmitir esses dados e quais ações tomar sob variadas circunstâncias.

Há dois tipos de linguagem para o programador: as compiladas e as interpretadas. Você compreenderá melhor cada uma delas no tópico “Código fonte” mais abaixo.

Linguagem de máquina

O computador possui conjuntos de instruções que seu processador é capaz de executar. Essas instruções são chamadas de código de máquina e representadas por sequências de bits em um código binário formado por 0 e 1.

Quando um programa é criado em determinada linguagem de programação, ele passa por um processo de compilação ou interpretação para que, assim, possa ser executado pelo computador. Embora seja raro criar um programa em linguagem de máquina, é possível.

Código fonte

Código fonte é o conjunto de palavras e comandos escritos ordenadamente, de maneira lógica, que contém instruções em determinada linguagem de programação.

Como dissemos, há dois tipos de linguagem na hora de programar: as compiladas e as interpretadas.

Compilar uma linguagem de programação nada mais é do que transformar o código fonte em algo que faça sentido para a máquina, ou seja, transformar o que o programador escreveu em linguagem de máquina.

Já no processo de interpretação, o código fonte é transformado em uma linguagem intermediária que, por sua vez, será interpretada pela máquina virtual durante a execução do programa.

Software

O software é o produto final da programação, ou seja, contém um código fonte com uma ou mais linguagens que será compilada ou interpretada pelo computador.

Programação

Vamos sintetizar toda essa explicação?

Programar é o ato de escrever, testar e realizar a manutenção de um código fonte que é escrito em uma ou mais linguagens de programação por um programador. Esse código, por sua vez, é compilado ou interpretado pelo computador, transformando-se em uma linguagem de máquina ou em uma linguagem intermediária, permitindo que o software cumpra o seu papel de modificar, editar e salvar um dado ou uma informação.

Qualquer programa ou aplicativo foi programado por alguém, desde o despertador que você usa no seu smartphone (nesse caso, utiliza-se a programação mobile) até um complexo editor gráfico utilizado por profissionais (programação de computadores).

A programação pode estender-se à web (programação web) onde o intuito é gerar instruções para determinar o comportamento de sites, portais, aplicações, fóruns e tudo que pode ser encontrado no ambiente web.

Entendeu o que é programação? Agora veja 7 motivos para se apaixonar por ela!


Posts Relacionados

Deixe uma resposta