Jogos eletronicos

Jogos eletrônicos: entenda como eles mudaram o mundo

É evidente que a tecnologia como um todo mudou completamente a forma como o mundo funciona. Com essas mudanças, muitas questões são levantadas com respeito aos impactos que a tecnologia e os jogos eletrônicos tem na sociedade atual e, principalmente, sobre os impactos que ela tem na vida de crianças e jovens, os quais nascem inseridos em um mundo dominado pela disponibilidade de informações. Com isso, o desconforto dos pais em relação ao tempo que o filho passa no computador ou em jogos eletrônicos é grande.

Em meio ao desenvolvimento tecnológico em massa das últimas décadas, surgiu uma revolução na forma que a sociedade vê o entretenimento. Formas mais tradicionais de diversão, como pião e amarelinha, deram lugar para os jogos eletrônicos. Mas você já pensou nos enormes impactos culturais que eles causam?

Diminuindo a distância entre culturas ocidentais e orientais

Jogos eletrônicos

Quando surgiram os primeiros videogames, a indústria era dominada pelos norte-americanos e seus jogos em formato de Arcades – os famosos jogos de fliperama. Durante as décadas de 1970 e 1980, a indústria de games dos Estados Unidos teve seu auge e, ao mesmo tempo, a Atari, um símbolo da história dos videogames, começou a passar por dificuldades. Enquanto isso, do outro lado do mundo, a Nintendo começava a erguer seu império no Japão, preparando o terreno para se tornar a gigante do mundo dos games que é atualmente. Já se iniciava a interculturalidade do mundo através dos jogos eletrônicos.

Na década de 1990, a Sony – outra empresa japonesa – lança o Playstation, que faria da Sony a maior concorrente da Nintendo no ramo até hoje. 

Com o sucesso do Playstation, surge mais um concorrente no mercado: a Microsoft cria o Xbox em 2001, 1 ano após o lançamento do Playstation 2.

A aproximação das culturas ocidental e oriental se deu por meio não só dos consoles, mas também dos jogos criados para eles: jogos eletrônicos de origem norte-americana – como “Pong” e “Pac-Man” – e de origem japonesa – como “Super Mario Bros” e “The Legend of Zelda” – passaram a dividir prateleiras nas casas dos jogadores.

Em pouco tempo, a influência dos games passou para outros meios: quadrinhos americanos se juntaram a mangás japoneses; desenhos animados estadunidenses passaram a ser transmitidos nos mesmos canais de TV que animes (desenhos animados) japoneses.

Estimulando o desenvolvimento tecnológico

Jogos eletrônicos

Com o evidente sucesso dos jogos eletrônicos, tornou-se cada vez mais importante a inovação do conteúdo dos jogos, mas a tecnologia mostrou ser um grande obstáculo para a criação de novos games.  Assim, a solução encontrada pelas gigantes do mundo dos videogames foi investir em desenvolvimento tecnológico: melhores gráficos, peças que suportassem jogos mais complexos, tecnologias de armazenamento de dados mais eficientes, entre outros.

As empresas de jogos eletrônicos dedicaram-se a desenvolver tais tecnologias e acabaram por criar dispositivos e softwares que mostraram-se extremamente valiosos para o avanço tecnológico em outras áreas. Como telas de alta definição, controle de gestos, consoles portáteis (como o Game Boy, da Nintendo), possibilidade de armazenar dados dos jogos em nuvem, conexão de jogadores online, e muito mais.

Conectando pessoas do mundo todo

Jogos eletrônicos

O aumento na popularidade dos jogos eletrônicos desencadeou no surgimento do mercado de e-sports, ou seja, esportes eletrônicos. A indústria, apesar de recente, cresce exponencialmente a cada ano, com o surgimento de competições internacionais de games como League of Legends, que é jogado no computador.

Tais competições incentivam a criação de equipes de jogadores dos mais diversos lugares, que competem com pessoas do mundo todo por prêmios milionários. Como consequência, surge um intercâmbio de informações e de cultura de todas as partes do mundo, conectando direta e indiretamente os cinco continentes.

Já acredita que o mundo não seria o mesmo sem os videogames? Agora, saiba como eles podem transformar a vida das crianças!

Similar Posts