Como avaliar alunos sem ter provas?

avaliar alunos
Padrão

O modelo de educação tradicional, ainda dominante no mundo todo, tem como principal característica o fato de avaliar alunos por provas e classificá-los por notas. Inevitavelmente, isso faz com que o aluno tenha medo de responder perguntas em sala, de faltar a aula ou de não aprender. Porém, esse modelo de educação faz com que o ensino vire uma obrigação e muitas vezes desprazeroso para os alunos.

Educadores e estudantes há muito se perguntam se, realmente, um aluno que tira 7 em uma prova é pior que um aluno que tirou 9. Esse tipo de avaliação e de classificação dos alunos baseado nas notas desestimula alunos que não necessariamente são maus alunos. Pois, muitas vezes, os métodos de ensino tradicionais não levam em conta a diferença de tempo que cada aluno precisa para aprender os conteúdos que estão sendo passados; ou até mesmo não transmitem o conteúdo de forma que os alunos se sintam estimulados a aprender.

 

avaliar alunos

Sala de aula antigamente: podemos perceber que o modelo pouco se alterou

 

Mas, afinal, existe alguma alternativa para esse modelo? É possível avaliar os alunos sem provas? A resposta para ambas as perguntas é sim!

 

Método I Do Code de avaliar alunos

 

A metodologia de projetos, adotada pela I Do Code, tem como diferencial o aprendizado a partir de projetos. Em cada aula, os alunos desenvolvem, em grupos ou individualmente, projetos que são relacionados aos conceitos que foram ensinados no dia  Assim, não são só telespectadores das aulas, eles botam a mão na massa mesmo! Pode parecer pouca diferença, mas a metodologia traz muitas mudanças na sala de aula .

 

avaliar alunos

Sala I Do Code

 

Com a metodologia de projetos, o aluno se torna dono do próprio aprendizado. Por conta disso, o professor deixa de ser aquele que transmite conteúdo aos alunos, e passa a ser um mediador do aprendizado: o papel do professor passa a ser o de estimular relações entre os alunos, criar um ambiente no qual os alunos sintam-se confortáveis em tirar dúvidas, dar sugestões e aprender no seu próprio ritmo.

O professor deixa de ser aquele que irá avaliar os alunos, e passa a ser aquele que os ajudará a crescer como pessoas e estudantes: os alunos são estimulados a desenvolver não só o conhecimento específico daquela aula, mas também a relacioná-lo a outros conceitos já vistos, dentro ou fora da I Do Code, de forma a incrementar mais ainda o aprendizado. Na metodologia de projetos, os alunos são estimulados a interagir com seus colegas e com o professor, o que transforma a sala de aula em um ambiente divertido e descontraído.

Além disso, por trabalhar com turmas menores, o professor passa a ter um relacionamento mais personalizado com os alunos, conhecendo as facilidades, dificuldades e características em geral de cada um. Com isso, o professor pode estimular mais ainda o crescimento de seus alunos, mesmo que o aprendizado aconteça em velocidades diferentes para cada.  

Avançando ainda mais, os alunos da I Do Code produzem também um projeto de final de semestre, que deve ser produzido em grupos. Eles são responsáveis por garantir a execução total do projeto, da divisão dos grupos aos elementos mais complexos. Nessa etapa do aprendizado, o professor está presente para auxiliar na resolução de possíveis problemas, estimulando cada vez mais os alunos a se tornarem independentes no aprendizado.

Mas afinal, como fazemos para avaliar alunos sem nenhuma prova ou nota?  Os alunos da I Do Code e de outras escolas que adotam a metodologia de projetos são avaliados em conceitos, os quais são compostos pela percepção geral do professor em relação a quanto o aluno realmente aprendeu naquele período escolar: o estudante conseguiu se comunicar bem com os colegas? Conseguiu desenvolver projetos ao longo das aulas? Cumpriu com determinados valores da escola?  Se sim, o aluno avança para a próxima fase de sua formação.

É importante ressaltar que o conceito de reprovação é inexistente nessa metodologia: o aluno é incentivado a aprender em seu próprio tempo, ou seja, pode ser que ele demore mais que os colegas para chegar a um outro patamar, mas isso não significa que ele terá que começar seu aprendizado do zero. Não há repreensão por não ter aprendido tanto quanto os colegas, desde que tenha se empenhado, afinal o foco da metodologia é estimular que cada aluno aprenda no seu próprio tempo, garantindo que todos os estudantes sejam o melhor que podem ser.

Legal, né? Leia esse post também sobre os problemas da educação atual!

Por Ana Carolina Altomani

 


Posts Relacionados

Deixe uma resposta